terça-feira, 24 de março de 2009

Sob protesto, letões celebram tropas que combateram ao lado dos nazistas

Cerca de 300 veteranos foram às ruas da capital, Riga.
Eles alegam que batalha contra soviéticos na 2ª Guerra era pela liberdade.

Do G1, com agências internacionais

Manifestantes vestidos de prisioneiros de campo de concentração protestam nesta segunda-feira (16) em Riga contra marcha de veteranos da Waffen SS, corpo militar letão que lutou ao lado dos nazistas contra o Exército Vermelho soviético na Segunda Guerra Mundial. (Foto: AP)

Cerca de 300 veteranos fizeram passeata a favor da tropa pró-nazista, apesar de uma proibição imposta pelo governo. Eles argumentam que a tropa simplesmente lutou pela liberdade do país. No cartaz, aparece a foto do ditador nazista Adolf Hitler emoldurada por um escudo usado à época pelo Exército da Letônia. (Foto: AFP)

Fonte: G1
http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1044605-5602,00-SOB+PROTESTO+LETOES+CELEBRAM+TROPAS+QUE+COMBATERAM+AO+LADO+DOS+NAZISTAS.html

4 comentários:

Leo Gott disse...

Vou copiar abaixo uns trechos do livro Ascensão e Queda do Terceiro Reich, William Shirer (Editora Agir, 2008) à respeito da "superioridade ariana":

Os judeus e os povos eslavos eram os Untermenschen, isto é, subumanos. Para Hitler, não tinham o direito de viver, salvo aqueles, entre os eslavos, que pudessem ser necessários para trabalhar nos campos e nas minas como escravos de seus senhores alemães. (...) A própria Europa, segundo palavras dos chefes nazistas, devia ficar "livre dos judeus". (p.431, vol.2)

"Não me interessa, absolutamente, o que acontece a um russo ou a um tcheco", declarou Heinrich Himmler em 4/10/43, num discurso a oficiais de suas SS em Posen. Himmler, nessa ocasião, como chefe das SS e de todo o aparelhamento policial do Terceiro Reich, era a primeira figura em importância depois de Hitler, enfeixando nas mãos o poder de vida e de morte não só sobre oitenta milhões de alemães, como também, sobre o dobro desse número nos muitos países conquistados.

"O que as nações puderem oferecer em matéria de sangue bom, de nosso tipo, nós acolheremos, sequentrando, se necessário, suas crianças e educando-as, aqui, conosco. Se as nações vivem em prosperidade ou morrem de fome, como gado, apenas me interessa na medida em que delas necessitamos como escravas de nossa Kultur; fora isso, nenhum outro interesse tenho por elas. Se dez mil mulheres russas caem exaustas ao cavarem fossos contra tanques, interessa-me apenas que esses fossos sejam terminados para a Alemanha(...)" (p.432)

A obsessão dos alemães pela idéia de que eram uma raça superior, e que os povos eslavos deviam ser seus escravos, era especialmente violenta no tocante à Rússia. Erich Koch, o rude comissário do Reich na Ucrânia, exprimiu isso num discurso proferido em Kiev no dia 5 de março de 1943.

"Somos uma raça superior e devemos governar com dureza, mas com justiça(...) Arrancarei deste país, entretanto, tudo que puder. Não vim para espalhar bem-aventuranças(...) A população deve trabalhar, trabalhar sempre(...) Não viemos para distribuir o maná. Viemos para criar as bases da vitória. Somos uma raça superior que precisa lembrar que o mais humilde operário alemão é, racial e biologicamente, mais valioso que a população daqui."
(p.433)

E os letos que lutaram pelas SS ainda dizem que estavam lutando pela liberdade. Mais um país que, assim como os poloneses sofreram com os soviéticos e com os nazistas.

Leo Gott

Roberto Lucena disse...

Comentando:

[mode "revi" on]

William Shirer? Maldito sionista! Ele está denegrindo o nacional-socialismo! O nacional-socialismo nunca foi racista! Arghhh!!!!!

[mode "revi" off]

Pros mais desavisados, contém ironia acima.

rsrsrsrsrs

Richard Cukurs disse...

Ha que se fazer a ressalva de que os letonianos,utilizaram uniforme e armas fornecidos por alemães,apenas para defender seu territorio de um inimigo mais terrivel e implacavel que foram os russos.Em 1941,quando os russos invadiram a Letonia,esses assassinos criminosos,e seus comparsas executaram mais de 30000 cidadão letonianos,torturaram,deportaram para trabalhos forçados na Siberia,roubaram seus bens,uma verdadeira carnificina contra um povo que havia se rendido sem reação militar.Jovens inexperientes,com idades entre 15 e 16 anos na sua maioria,se alistaram voluntariamente e lutaram bravamente na frente russa.Esses bravos guerreiros ficaram conhecidos como legionarios,mas em nenhum momento defendiam o regime nazista.Apenas lutaram para defender seu territorio e suas familias,da horda assassina comunista.
Hoje politicos capaxos e covardes,traidores de seus antepassados se curvam a pressões externas,de judeus e russos e fazem de tudo para impedir que aqueles que outrora deram suas vidas e juventudes possam ser homenageados como verdadeiros herois que de fato foram.
Cidadãos judeus e russos nesse dia saem as ruas,fazendo seu marketing,e denegrindo a imagem desses herois que com certeza nada tinham a ver com o nazismo.Alias,com toda a certeza,se os russos tivessem sido derrotados,o proximo inimigo invasor,a ser expulso das terras letonianas seria o alemão,que nunca teve intenção de libertar a Letonia,e realmente considerava o povo leto como "Untermenschen",como o Leo Gott se referiu.Os letos apenas utilizaram armamento e uniforme alemão,pois seu proprio armamento e exercito havia sido desmobilizado no final de 1940,e era a unica forma de se defender seu territorio.
Apos a 2ª GM,os aliados reconheceram que os legionarios não tinham identidade com alemães.
As unicas retaliações que esses soldados sofreram foi pelos russos e judeus(aliados russos,que na epoca da ocupação e da carnificina cometida contra o povo letão,ocupavam os cargos de comando da terrivel NKVD,cargos politicos e de influencia que muito lucraram com essa parceria.)e que os qualificaram como traidores.Apos julgamentos sumarios a maioria deles foi executada e ou enviada a Siberia em trabalhos forçados.Muitos morreram naquele local e nunca regressaram.
Essa é parte da verdade que muitos não gostam que seja revelada,infelizmente.

Leo Gott disse...

Olá Richard. Está sumido.

Você poderia alimentar os seus comentários com fontes?

Seria muito importante para embasar os seus comentários, que diga-se de passagem foram muito bons, precisando apenas serem confirmados por fontes.

Um abraço,

LeoGott

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget