quarta-feira, 13 de maio de 2009

Facebook bane grupos que negam holocausto

Facebook bane grupos que negam holocausto
Felipe Zmoginski, de INFO Online
Segunda-feira, 11 de maio de 2009 - 19h20

Campo de Auschwitz, na Polônia: crimes não podem ser esquecidos

SÃO PAULO – Qual é o limite entre a liberdade expressão e uma ofensa a um grupo étnico ou religioso? Os administradores do Facebook tiveram que discutir o tema esta semana por conta de pedidos para deletar comunidades que negam o holocausto.

Ao menos cinco comunidades foram formalmente acusadas de negar o massacre de judeus durante a segunda guerra mundial. Nesta segunda (11), o Facebook confirmou que apagou duas comunidades por considerar que elas pregavam o ódio, a violência e a discriminação religiosa.

Outras três comunidades, porém, seguem online. A decisão de mantê-las disponíveis deve-se ao fato destes grupos discutirem temas em torno das mortes na segunda grande guerra e não necessariamente fecharem questão em torno de uma negativa do holocausto. Estes grupos, no entanto, serão monitorados e poderão ser excluídos se descambarem para debates racistas.

Em países como Alemanha e França negar o holocausto é um crime. Nos Estados Unidos, onde está sediado o Facebook, discutir o tema não é crime.

Fonte: Info Abril
http://info.abril.com.br/noticias/internet/facebook-bane-grupos-que-negam-holocausto-11052009-48.shl

Breve comentário(sobre a matéria): se o blogger não resolver cortar de novo com bug. Eu havia escrito o comentário e não houve como salvar antes de publicar(o blogger deu bug). O texto comete um pequeno deslize no final que daria margem ao uso por negacionistas para começarem com aquela retórica ridícula deles se passando por "vítimas" ou de "defensores da liberdade de expressão" quando não são nem uma coisa nem outra.

"Em países como Alemanha e França negar o holocausto é um crime. Nos Estados Unidos, onde está sediado o Facebook, discutir o tema não é crime.", a questão não se resume a "discutir o tema" como está escrito no fim da matéria, o negacionismo é tratado nos países onde existe esse tipo de lei como discurso de grupos de extrema-direita(neonazis e congêneres) ou parte de sua ideologia que visa 'inocentar' o regime nazista dos crimes cometidos na guerra e ao mesmo tempo em que faz isso reabilitar a imagem do mesmo no mundo. Não se trata só(como o texto dá a entender) de uma simples questão de "liberdade de expressão". Reduzir toda a questão da negação do Holocausto, sem frisar que grupos a estimulam e disseminam, a uma mera questão de discussão de "liberdade de expressão", além de soar enganaso, não passa de despolitização grave.

Por motivos óbvios, os "revis"(ou como queiram chamar, "revisionistas" ou negadores do Holocausto) odeiam que a gente mencione este tipo de questão, não só odeiam como até gostariam que a gente não a citasse(da ligação univetilina entre nazismo, antissemitismo/racismo e negacionismo), porque expõe, escancara, as finalidades da negação do Holocausto e reduz o discurso negacionista ao que ele é de fato, retórica pró-nazi.

Não foi exatamente o que eu havia escrito antes, mas é o mais próximo que consegui lembrar. Espero que o blogger dessa vez não "entre em manutenção" na hora de postar.

10 comentários:

Diogo disse...

Não, meu caro,

Os “revis” até gostam bastante que sejam abordadas estas questões, sobretudo da maneira como você o faz: repetindo ad nauseam os termos anti-semitismo, racismo, ódio, nazismo, negacionismo e outros ismos.

Um público inteligente irá perguntar o porquê deste matraquear incessante de chavões, e o porquê da História imposta por decreto.

Roberto Lucena disse...

"Não, meu caro,

Os “revis” até gostam bastante que sejam abordadas estas questões, sobretudo da maneira como você o faz: repetindo ad nauseam os termos anti-semitismo, racismo, ódio, nazismo, negacionismo e outros ismos."


Não é o que parece, a sua raiva com esse tipo de comentário é visível, uma das poucas vezes em que você faz um comentário honesto.

Já que vocês não dizem abertamente o que de fato professam ou os "porquês" da obsessão em torno do "revisionismo" achando que tudo no mundo se resume a judeus, Holocausto e apego a explicações "fantasiosas" ou "mágicas" do mundo, eu(e muita gente) acha por bem escancarar esse "lado" nazi e antissemita/racista do "revisionismo" já que os "revis" parecem ser "meio" tímidos e não se assumem como viúvas de Hitler abertamente ou odiadores de judeus e de democracias.

"Um público inteligente irá perguntar o porquê deste matraquear incessante de chavões, e o porquê da História imposta por decreto."

Exatamente, e logo constatará o alto grau de neurose e paranoia vinda de vocês com tudo o que é relativo a judeus, Holocausto, mundo contemporâneo, etc.

Levanto em conta que "caráter" ou "conduta"(boa conduta) não tem correlação com inteligência, nada impede que uma pessoa inteligente seja "revi", mas geralmente os que possuem algum grau de inteligência e que professam o revinazismo são os gurus do bando, por motivos óbvios: pra enganar trouxas e/ou ganhar dividendos políticos com isso(pra arrebanhar militantes pra grupos políticos) ou por dinheiro(vendendo livros como o Irving faz).

Roberto Lucena disse...

Mas não fiques com raiva, pois de onde veio esse(comentário), virão muitos mais, palavra de escoteiro, rsrsrs.
=)

Leo Gott disse...

Acho que essa foi mais uma arremetida do Diogo contra os moinhos de vento.

rsrsrs

Roberto Lucena disse...

"Acho que essa foi mais uma arremetida do Diogo contra os moinhos de vento."

Pobres moinhos, pobre Dulcinéia, pobre Sancho... e haja imaginação fértil.

rsrsrsrsrsrsrsrsrs

Diogo disse...

Continua o matraquear.

Entretanto, o Yad Vahem e o Museu do Holocausto de Washington contradizem-se várias vezes sobre a existência de câmaras de gás, e vocês consideram, inteligentemente, que é «falta de detalhamento».

Abraço

ps) Para quando uns posts sobre Raul Hilberg? Para ver se ele «detalha» correctamente?

Leo Gott disse...

Diogo ou Little Troll,

Entretanto, o Yad Vahem e o Museu do Holocausto de Washington contradizem-se várias vezes sobre a existência de câmaras de gás, e vocês consideram, inteligentemente, que é «falta de detalhamento».Você faltou às aulas de português (principalmente interpretação de texto) ou é mal intencionado mesmo? Outra coisa, favor utilizar o outro tópico onde suas "questões" FORAM AMPLAMENTE RESPONDIDAS, se acha que não foi, então vá trollar por lá, enquanto ainda me sobra paciência com Trolls da sua laia.

Abraço

ps) Para quando uns posts sobre Raul Hilberg? Para ver se ele «detalha» correctamente?
Porque você não publica alguma coisa de Raul Hilberg na sua pocilga antissemita e racista, Little Troll? Eu pelo menos irei comentar com prazer, faça-nos este favor.

Roberto Lucena disse...

"Continua o matraquear."

Já ouviu falar em "liberdade de expressão"(aquela que vocês "revis" tanto dizem "defender)? Pois é, estou no meu direito de chamar os "revis" e o "revisionismo" pelo que são. Se não gostou, como havia dito antes, o problema é seu, não meu. Não vou parar de citar isso pra lhe agradar ou qualquer outro "revi", podem até desistir de "criticar" pra intimidar a achar que eu pararia de dizer isso, pois a cada "critica" desse tipo eu repito de novo tudo que havia dito antes, sem problema algum.

Se você em todo post que é publicado no blog, pra fazer panfletagem simplesmente(propaganda), repete as mesmas negações e distorções sobre o Holocausto, ignorando respostas, etc, por que você acha que eu vou parar de dizer que o "revisionismo" é braço ideológico de grupos de extremistas? Pode continuar a se queixar que eu continuarei a postar isso, mesmo porque também notei que vocês não gostaram "muito" do que foi dito, rsrs.

E eu não considerei falta de "detalhamento", eu disse que o link estava errado, e houve falha na supervisão do conteúdo do site. Favor não distorcer o que eu digo pois eu localizo fácil as discussões que você sorrateiramente distorceu e saiu pela tangente.

"ps) Para quando uns posts sobre Raul Hilberg? Para ver se ele «detalha» correctamente?"

Pra quando eu(ou qualquer outro no blog) quiser ou puder. Não sei se você notou, mas a gente não se guia nas suas "sugestões" ou no que você pensa ou deixa de achar, pra publicar textos no blog.

Pode soar arrogante a postura(embora não seja, pois você se comporta como um troll de internet mesmo), mas desde o começo você tenta moldar e "direcionar" a forma ou o que a gente posta ou comenta no blog, e eu não sei se disse antes, se não disse, digo agora, ninguém vai seguir roteiro/agenda dos "revisionistas" pra postar.

Mas se você de fato tivesse interesse pelo tema, procuraria pelo mesmo sozinho, sem precisar esperar que alguém publique algo a respeito no blog. É o que qualquer pessoa faria, se não estivesse interessada apenas em vir fazer provocações e panfletagem "revis" no blog.

Roberto Lucena disse...

Agora que li o que o Leo postou, subescrevo o que ele comentou. Se você tem tanta "urgência" assim sobre o Hilberg por que você mesmo não posta?

Sobre troll de internet, melhor definição pra coisa(pelo menos a Wikipedia às vezes serve pra algo):
Troll de internet

"Um Troll , na gíria da internet, designa uma pessoa cujo comportamento tende sistematicamente a desestabilizar uma discussão, provocar e enfurecer as pessoas envolvidas nelas. O termo surgiu na Usenet, derivado da expressão trolling for suckers (lançando a isca para os trouxas), identificado e atribuído ao(s) causador(es) das sistemáticas flamewars.

O comportamento do troll pode ser encarado como um teste de ruptura da etiqueta, uma mais-valia das sociedades civilizadas. Perante as provocações insistentes, as vítimas podem (ou não) perder a conduta civilizada e envolver-se em agressões pessoais."


Ou seja, seu comportamento nesse blog é totalmente 'troll', de provocação pra ver se as pessoas perdem a paciência e mandam o cara pastar em outro lugar. O problema é que acho que o pessoal é vacinado contra "trolls"("revis"), só que, vai que a pessoa acorde de mau humor no dia e resolva mandar o "troll" pasta de uma vez?... É esse o risco que o "troll" sempre terá que conviver, rsrsrs.

São os riscos que se corre quando uma pessoa adota deliberadamente uma postura "troll" numa discussão só pra provocar, testar, ou irritar, sem qualquer interesse real no que é discutido.

Pronto, falei! disse...

Parabéns pelo blog.
Uma pena que os revinazistas detestam o que pregam: Liberdade de expressão. Vejam seus blogs e fóruns. Tudo deletado quando se encontram em "sinuca de bico".

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget