domingo, 3 de maio de 2009

Festa neonazista no Paraná acaba com dois neonazis mortos por disputa interna no bando

Presos suspeitos de matar casal em Curitiba

As investigações mostram que o crime foi motivado pela disputa num grupo de neonazistas.


Em Curitiba, a polícia apresentou, neste sábado, seis acusados de envolvimento no assassinato de um casal de namorados.

As investigações mostram que o crime foi motivado pela disputa num grupo de neonazistas.

São todos jovens de classe média e com formação universitária.

Um deles, soldado do exército, foi preso dentro do quartel em Curitiba.

Também houve prisões em São Paulo e no Rio Grande do Sul. Na casa dos acusados foi encontrado material que segundo a polícia faz apologia ao nazismo.

As investigações começaram, depois do assassinato de um casal na região de Curitiba, que teria sido motivado por uma disputa pela liderança do movimento no Paraná.

Bernardo Deyrel pedroso, de 24 anos e Renata Waeschter Ferreira, de 21 anos, foram mortos a tiros na saída de uma festa, no dia 21 de abril.

As imagens feitas por um integrante do grupo mostram a festa, uma comemoração pelo aniversário do ditador nazista, Adolf Hitler.

As investigações apontam que a arma do crime foi trazida da argentina. A polícia afirma que o administrador de empresas, Ricardo Barollo, preso em São Paulo, é o mandante do assassinato dos dois estudantes. Ele negou.

Para a polícia, Ricardo encomendou o crime para acabar com a formação de uma facção paralela do grupo no Paraná.

Fonte: Jornal Nacional/G1
Ler mais:
vídeo e matéria
http://jornalnacional.globo.com/Telejornais/JN/0,,MUL1106797-10406,00-PRESOS+SUSPEITOS+DE+MATAR+CASAL+EM+CURITIBA.html

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget