quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

[OFF] SOS Teresópolis, Petrópolis, Nova Friburgo – Donativos

»SOS Teresópolis – Donativos: prefeitura pede ajuda para socorrer famílias
12 de janeiro de 2011

SOS Teresópolis – Donativos

Esse foi o nome dado pela prefeitura de Teresópolis(http://www.teresopolis.rj.gov.br/) para uma conta corrente criada no Banco do Brasil para receber doações e ajudar as famílias atingidas pelo temporal.

Agência 0741 (do Banco do Brasil)

Conta 110000-9

Dezenas de mortos na cidade

O relatório divulgado pela confirma até o momento 48 mortes, mas destaca que o número irá aumentar. A cidade é uma das mais prejudicadas pelo mau tempo no Rio.

O temporal entre a noite passada e a manhã de hoje foi o equivalente a um mês de chuvas. O resultado foram alagamentos, quedas de barreiras e interdições de várias áreas.

Gabinete de emergência

Ainda durante a madrugada, o prefeito Jorge Mario iniciou o Plano de Atendimento às vítimas. Cerca de 800 pessoas estão na operação para solucionar os problemas imediatos.

Desabrigados e desalojados

Dezenas de pessoas estão sendo encaminhadas para o Ginásio Pedro Jahara – “Pedrão”. Uma estrutura emergencial foi montada, com tendas e salas para o recolhimento de alimentos e donativos.

Outros locais estão sendo preparados para o acolhimento das vítimas. Equipes com vans e ônibus circulam nos bairros atingidos e conduzindo as pessoas para essas instalações.

A Prefeitura de Teresópolis pede a colaboração de todos para a doação de alimentos não perecíveis, roupas, colchonetes, cobertores e material de higiene pessoal (sabonete, pasta de dentes, fralda e absorvente higiênico).

Todos os donativos devem ser levados para o Ginásio Pedrão.

Fonte: Diário Gaúcho
http://wp.clicrbs.com.br/aovivo/2011/01/12/sos-teresopolis-%E2%80%93-donativos-prefeitura-pede-ajuda-para-socorrer-familias/?topo=13,1,1,,,e186

Mais informações:
http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2011/01/veja-como-ajudar-os-desabrigados-da-chuva-na-regiao-serrana-do-rio.html
_______________________________________

Atualização(13.01.2011), doações para Petrópolis, Nova Friburgo e Teresópolis
Ler no link informação inteira: Saiba onde fazer doações para as vítimas das chuvas no Rio

Água, leite, alimentos não-perecíveis colchonetes, roupas, material de limpeza e artigos de higiene pessoal são os itens mais necessários

PETRÓPOLIS

A prefeitura tem quatro pontos de arrecadação:
- Igreja Wesleyana, no bairro Vale do Cuiabá
- Igreja de Santa Luzia, na estrada das Arcas, bairro Gentil
- Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Rua Aureliano Coutinho, 81, Centro)
- Centro de Cidadania de Itaipava (Estrada União e Indústria, 11.860)

Telefones para informações: (24) 2249-4337 / 2249-4221 / 2249-4222 /
2222-2071 / 2246-8954

A empresa Frozen Spa, que produz comida congelada, também recebe alimentos não-perecíveis para preparar refeições que serão fornecidas aos desabrigados.

Para as pessoas que vivem em outros Estados, o município orienta os interessados a procurarem a Cruz Vermelha para encaminhar donativos e também disponibiliza a seguinte conta bancária para doações:

SOS Petrópolis
Banco do Brasil
agencia 0080-9
Conta Corrente 76000-5


TERESÓPOLIS

A Defesa Civil municipal também pede doações de gelo, recipientes como bandejas e tabuleiros, termômetros e luvas descartáveis, e recruta voluntários com lanternas e motosserras no bairro Caleme, um dos mais atingidos.

A Secretaria municipal de Saúde solicita que médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e fisioterapeutas se apresentem no Ginásio Pedrão para auxiliar no atendimento às vítimas

Alguns desabrigados estão sendo alojados na Igreja Batista em Barra do Imbuí (Rua Dr. Oliveira, 314), que pede a doação de glicosímetro, fitas para medição de glicose, lancetas, algodão, esparadrapo, álcool, luvas e seringas descartáveis, soro fisiológico, gaze, além de colchonetes, lençóis, toalhas de banho e água.

Conta para contribuições:
Banco do Brasil
Ag. 0741-2
C/C 100000-9
SOS Teresópolis - Donativos


Ponto de arrecadação e abrigo central: Ginásio Pedrão (Rua Ten. Luiz Meirelles, 211, bairro Várzea)

Telefones: (21) 2741-7025 / 2741-1970 / 2742-1994 / 2742-7625. OBS.: mesmo quem ligar do Rio tem que discar o código DDD.

O município orienta pessoas que vivem em outros Estados a procurarem a Defesa Civil mais próxima para fazer doações de produtos para as famílias atingidas.

NOVA FRIBURGO

Três pontos concentram o recolhimento de donativos: Centro de Assistência Social (no centro da cidade), 6° Grupamento do Corpo de Bombeiros (Praça da Bandeira, 1.027, bairro Vila Nova) e Sociedade Esportiva Friburguense (Avenida Doutor Galdino do Valle Filho, 35, Centro).

Dados da conta no Banco do Brasil: agência: 0335-2, c/c:120.000-3.

POLÍCIA MILITAR

Todos os batalhões da capital e da Região Serrana estão recebendo doações. Veja aqui a lista de endereços. Telefones: (21) 2333-2568 / 2333-2369.

A PM fluminense diz que, até o momento, as doações são concentradas apenas nos batalhões do Estado do Rio, mas que pessoas de outros Estados podem procurar a Cruz Vermelha para encaminhar donativos.

CRUZ VERMELHA

Donativos têm que ser entregues pessoalmente, na sede da entidade na Praça da Cruz Vermelha, 1.012, Centro do Rio. O órgão também aceita colaboração para transportar o material até a Região Serrana.

A Rodoviária Novo Rio também montou um posto no piso de embarque inferior, que funciona das 9h às 17h, e a Polícia Rodoviária Federal pôs à disposição dois locais de arrecadação 24 horas, no pedágio da Rodovia Rio-Magé e na BR-101, altura do município de Casimiro de Abreu. Outros dois postos, na Rio-Petrópolis e na Rodovia Presidente Dutra, funcionam das 8h às 17h.
Tel.: (21) 2224-1941

A entidade diz que tem informado por e-mail quais são as unidades mais próximas dos interessados em fazer doações para as vítimas das chuvas no Rio. Para isso, pede que os voluntários entrem em contato por telefone ou pelo e-mail: cruzvermelhariodejaneiro@gmail.com

VIVA RIO

Para ajudar, basta levar os mantimentos à sede da ONG (Rua do Russell, 76, Glória) ou fazer depósito na conta do Viva Rio:

Banco do Brasil
Agência 1769-8
C/C 411396-9
CNPJ 00343941/0001-28


A coleta também será feita em 11 estações das Linhas 1 e 2 do Metrô:
Carioca, Central, Largo do Machado, Catete, Glória, Ipanema/General Osório, Pavuna, Saens Peña, Botafogo, Nova América/Del Castilho e Siqueira Campos. Poderão ser doados até o dia 11 de fevereiro água, alimentos não perecíveis e material de higiene pessoal.

Tel: (21) 2555-3750 / 2555-3785

Caixa Econômica

A Caixa Econômica Federal informa que foi aberta uma conta corrente para ajudar as vítimas das chuvas no estado do Rio de Janeiro. As doações aos moradores das regiões em estado de emergência podem ser feitas na conta da Defesa Civil do Rio de Janeiro:

Conta Corrente: 2011-0
Agência 0199
operação 006

TRT Rio

Os pontos de coleta de doações (materiais de higiene, cobertores, água mineral e alimentos não perecíveis) são:

Fórum Ministro Arnaldo Süssekind (Av. Presidente Antônio Carlos, 251 – Hall);

- Edifício Marquês do Lavradio (Rua do Lavradio, 132 – Hall);

- Fórum Advogado Eugenio Roberto Haddock Lobo (Av. Gomes Freire, 471 – Hall).

ESTRADAS

Todos os postos de pedágio da BR-040 e da RJ-116 estão mobilizados para receber doações.

PÃO DE AÇÚCAR

A rede de supermercados montou postos de coleta em suas 100 lojas no Estado.

FLAMENGO

A sede da Gávea (Av. Borges de Medeiros, 997) recebe donativos das 10h às 18h

HEMORIO

O instituto (que fica na Rua Frei Caneca, 8, Centro do Rio) faz um apelo urgente para suprir o estoque de bolsas de sangue para as vítimas de desabamentos e deslizamentos. Pode doar quem tiver entre 18 e 65 anos, mais de 50 quilos e estiver bem de saúde. Basta levar um documento oficial de identidade com foto à sede do Hemorio, das 7h às 18h. Informações: 0800-282-0708.

Atualização (14.01.2011), doações por Estados(UF)
Rio: Cruz Vermelha divulga endereços em vários estados para receber doações
Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul
Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul
Santa Catarina, São Paulo
Confira no link: http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/ajuda-ao-rio-cruz-vermelha-divulga-enderecos-em-varios-estados-para-receber-doacoes.html

3 comentários:

Daniel disse...

Impressionante o desastre. O numero de vitimas agora esta 10 vezes maior. Essas duas cidades são aqui perto.
Infelizmente, tromba d'agua é algo terrível.

Roberto disse...

E põe impressionante nisso, no pior sentido do termo. Confesso que não ando com cabeça, depois de ver imagens e também em virtude de colegas atingidos pela cheia(mas sem feridos ou vítimas fatais, ainda bem) de ver nada nesse blog, tampouco "bater boca" com gente sem noção naquelas redes sociais(com destaque pro entulho do Google).

Mas enfim, a vida prossegue e vamos torcer pra que algo seja assimilado dessa tragédia pra evitar o elevado número de mortos que tem ocorrido em todas as cheias recentes, muito em virtude de um problema cultural do povo em não levar muito a sério avisos de tromba d'água e(é preciso apurar isso) se o aviso da Defesa Civil sobre a tromba d'água foi suficiente pra alertar a população a se deslocar pra partes protegidas(mais altas) que não seriam afetadas pela chuva, foi isso que salvou vidas na Austrália, algo tão banal que a gente se pergunta do porquê de muita gente ter permanecido nos locais que seriam afetados "esperando" os efeitos da tromba d'água chegar.

Terrível o acontecimento, pelo menos sei de quatro pessoas que estavam/estão por essas áreas, entre Nova Friburgo e Teresópolis, mas felizmente todas estão bem, mas as imagens que devem estar vendo por lá disso é algo que abate a moral.

Roberto disse...

Torçamos pra que nos próximos temporais que aconteçam no país(pois vão acontecer) que as pessoas sejam alertadas com antecedência pela Defesa Civil, não é algo difícil de se fazer, e que as pessoas tenham juízo e não "inventem" de querer peitar a natureza ficando nos locais de risco ou que podem vir a virar rota de correnteza de rio ou de queda de barreiras, pondo a própria vida em risco.

Perda material(por mais duro que seja, e é) é possível recompôr uma vez que o fato da pessoa ficar no local não impedirá o curso da coisa, mas perda de vidas não é algo possível de reverter.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget