terça-feira, 8 de março de 2011

Uma boa análise de "Debatendo o Holocausto" de "Thomas Dalton"

Acho que a última análise com uma estrela de "Debating the Holocaust" (Debatendo o Holocausto), como transcrito abaixo, merece uma tirada de chapéu em reconhecimento.

Em 27 de janeiro de 2011, o leitor "Rhomphaia", escreveu o seguinte:
Embora este livro definitivamente levante alguns pontos interessantes, o problema com ele começa logo na capa:

Thomas Dalton não existe e, portanto, não tem PhD verificável ou registro para ensinar em qualquer universidade.

De fato, as evidências sugerem que Michael Santomauro, um diretor editorial da Editora de Teses e Dissertações, é provavelmente o autor (e ele também não tem nenhum PhD, o que significa que a descrição inteira da "carreira" de Thomas Dalton é forjada). A Editora de Teses e Dissertações é de propriedade da Castle Hill Publishers, que foi fundada por um oponente de longa data do Holocausto, Germar Rudolf. Portanto, com interesse na informação por completo, quando você compra esse livro, 1/3 dos lucros vão para Germar Rudolf, cuja agenda INTEIRA é voltada para negar o holocausto por quaisquer meios necessários (um "agitador", no jargão do livro).

Ninguém pode ler as coisas que Michael Santomauro tem escrito e acreditar por um minuto que ele é um observador neutro simplesmente examinando todos os lados da questão. O Sr. Santomauro é o editor e, provavelmente, o autor deste livro, e ainda, se você vai para a última página de críticas, você o encontrará analisando seu próprio livro sem revelar quaisquer dessas informações (sob o título: "Banido em 15 países"). Isso é, pelo menos, desonestidade intelectual, e deve lançar sérias dúvidas sobre a afirmação de "análise neutra" do livro.

Então seja prevenido, um livro com uma mentira tão grande dessas na capa NÃO irá apresentar todos os lados da questão de forma imparcial. Na minha opinião, este é um ataque meticulosamente montado contra o Holocausto, e que apresenta argumentos cuidadosamente construídos sobre o holocausto, para em seguida habilmente, astuciosamente e sistematicamente tentar desmontá-lo.

O problema é que ele não apresenta todas as provas sobre o Holocausto, é cuidadosamente inclinado em afirmar algo sobre o Holocausto, mas deixa de fora partes importantes de informação (como o fato de que mais de três milhões de "seis milhões" judeus que morreram na Segunda Guerra Mundial campos de concentração foram identificados pelo nome, e mais nomes estão sendo rastreados e verificados a cada ano), e constrói com cuidado espantalhos (Hitler emitiu uma ordem escrita para exterminar os judeus), para em seguida pô-los abaixo(não é possível encontrar a escrita ordem), e tudo ignorando as evidências que saíram das bocas dos próprios homens de Hitler de que um programa desse tipo, com ou sem ordem escrita de Hitler, não existia.

Outro exemplo de "neutralidade" deste livro: Zyklon-B é um pesticida usado para matar piolhos, não para exterminar pessoas. Verdade, mas então o que faremos com as declarações de Rudolf Hoss*, o diretor de Auschwitz, quando disse como eles usaram o Zyklon-B para matar pessoas, parafraseado aqui:

Havia 2 bunkers, e entre eles, eles apanharam cerca de 2000 pessoas. As portas estavam screwed shut e solid pellets de Zyklon-B foram dropped into the chambers através de vents, releasing o gás Zyklon-B. Cerca de um terço das vítimas morria imediatamente (presumidamente aquelas mais próximas das vents), e todo mundo dentro estava morto em cerca de 20 minutos.

Se Zyklon-B não foi usado para matar pessoas, então por que o diretor de Auschwitz dá uma versão muito detalhada de como eles FIZERAM uso dele para matar pessoas? Ele estava também conspirando para promover o "mito" do Holocausto?

É verdade que há alguns problemas com algumas coisas ditas sobre o Holocausto, mas os problemas NÃO são evidentes como este livro faz de conta. É possível, por exemplo, que apenas 4 ou 5 milhões de judeus tenham morrido, não 6 milhões (como é fato que 3 milhões já estão documentados), mas o que REALMENTE tornaria o Holocausto menor se Hitler e seu regime apenas tivesse conseguido capturar e assassinar 4 ou 5 milhões? Enquanto pode haver alguma estimativa para cima por parte de sobreviventes do Holocausto (falando nisso, não realmente comprovada), há uma extrema estimativa PARA BAIXO da parte deste livro.

Apenas tomem cuidado, pois este livro nem remotamente de longe é o mais confiável e equilibrado como as 5 estrelas das análises aqui nos levariam a crer. Somente aqueles que realmente não SABEM nada dos fatos do holocausto será influenciado por esse livro. Para aqueles conscientes sobre a pesquisa independente, filmagens e provas fotográficas, e do verdadeiro registro histórico encontrado em centenas, talvez milhares de relatórios bem pesquisados, este livro sai como nada mais do que um cuidadoso ataque habilidoso contra o holocausto já realizado em forma impressa.

Embora eu não esteja certo de que este livro mereça, seria interessante ver se alguém gastaria tempo em fazer uma réplica completa. Eu, por exemplo, adoraria ver, e que eliminassem de uma vez por todas, a idéia de que este livro é mesmo remotamente neutro, equilibrado e justo.

*Seu sobrenome é na realidade pronunciado com a letra alemã que parece com um "B" maiúsculo, mas é aproximadamente equivalente ao "ss" em inglês.
Eu discordo da opinião do crítico de que o panfleto propaganda de "Dalton" "levanta alguns pontos interessantes", mas acho que o crítico obviamente não olhou para as falsidades "revisionistas" como nós fazemos e portanto não pode saber que "Dalton" essencialmente papagueia os argumentos de outros "revisionistas" mais capazes que ele, e que são, portanto, nossa prioridade. Entretanto, temos também dedicado algumas postagens ao Sr. "Dalton", e que acho que o crítico gostará de ler.

Fonte: Holocaust Controversies
Texto: Roberto Muehlenkamp
http://holocaustcontroversies.blogspot.com/2011/02/good-review-of-daltons-screed.html
Tradução: Roberto Lucena

13 comentários:

Fides disse...

Debatendo o Holoconto do povo gay do deus gay que marca a aliança querendo um pedaço da pele do bilauzinho minúsculo do povo chorão dele.

Roberto disse...

Só um aviso ao covarde de Salvador-BA que usa esse fake acima(fica registrado), vou denunciá-lo à polícia por racismo.

Vamos ver se você é tão corajoso quando tiver que prestar esclarecimentos por essas escrotices que você posta na rede.

Covarde dá pra ver que você é, pois usa um fake achando que não é possível te identificar por ele, ou seja, além de covarde é burro, fora outras falhas de conduta.

Mas antes de encerrar a "discussão" contigo, enfie uma coisa na sua cabeça: você não tem condições emocionais ou intelectuais de discutir esse tipo de assunto, então se manca e vai encher o saco em outro canto, só aprovei o comentário pra registrar no email pra servir como prova.

Sujeitinho estúpido e amoral, só quer atenção alheia.

Roberto disse...

E não adianta apagar, eu tenho a cópia do comentário no email, o blog manda automaticamente uma cópiado de tudo o que é postado no blog como comentário.

Fides disse...

Aí que medaaaaaa

Fides disse...

HOLOKIT

Não perca esta extraordinária oportunidade de multiplicar o seu investimento! Garanta um lucro de, pelo menos, 10% ao mês, sem correr riscos. Monte o seu próprio Museu do Holocausto e passe a pertencer ao clube de milionários que vêm o seu investimento seguro e rentável, todos os dias! O HoloKit é um produto seguro e inovador que está fazendo sucesso em várias cidades europeias, deixando os seus investidores satisfeitos e sobretudo, cada vez mais ricos! Se a sua cidade não teve campos de concentração, não se preocupe! A nossa equipe líder mundial em historiadores, entrega-lhe um conjunto de provas inabaláveis e garante também que, quem questionar o assunto, será devidamente processado judicialmente! E tudo sem qualquer custo acrescentado para si! Compre já o nosso fabuloso e espectacular HoloKit e receba-o comodamente em sua casa!
O HoloKit é composto por:
1 Vitrine com ossos humanos;
1 Conjunto de fotos originais de cadáveres;
20 Minutos de filme com imagens de arame-farpado; chaminés; vagões e fornos;
1 Dossier com documentos originais;
Vários Pares de sapatos;
5 Kg. de cinzas;
2 Kg. de cabelo;
3 Barras de sabão feito da gordura do corpo de judeus (os mesmos que eles mostram esqueléticos nas fotos) ;
3 Fornos crematórios;
3 Câmaras de gás;
3 Testemunhas oculares;
2 Sobreviventes.

Fides disse...

Aliás a choradeira do Roberto é característica, se você não cai no golpe do holoconto é porque você é malvado, onde já se viu não acreditar no 171 que a base da impunidade sionista, onde já se viu não acreditar na fábula do deus viciado em pele de pica que dá terras ao povo que acha perfeitamente normal o vício dele em pele de piroca e qua ainda manda matar quem estava lá antes do povinho de merda invasor que chega para tomar o que não lhe pertence, mas na cabecinha do Roberto nada disso pode ser falado, todos tem que simplesmente se curvar a fábula mais nojenta da história e achar tudo lindo.

Roberto disse...

"Aí que medaaaaaa"

Você acha que eu estou brincando? Eu não brinco mandando recado.

E não se iluda, é fácil chegar até o autor do fake, ainda mais sendo de Salvador-BA.

Mas continua sendo um covarde, e um antissemita covarde como você não passa de um ser desprezível desprovido de moral, caráter ou mesmo cérebro.

Quando um verme como você escrever com o perfil real e não sair apagando mensagens aí a gente "muda" de conversa.

Eu se fosse você ficaria com "meda" sim(como todo neo que se prese), pois você já proferiu um crime acima e eu salvei tudo e remeterei pra polícia te denunciando por racismo.

Roberto disse...

"Aliás a choradeira do Roberto é característica"

Ao contrário de você eu não "choro", choro eu deixo pra mocinhas como você que posta asneiras e provocações com um fake porque não tem 'culhão'(coragem) pra postar com o perfil próprio pois sabe que não passa de um meliante de merda.

Vá aprender a ter educação pois pelo visto você foi parido num estábulo.

Você não se curva a nada, até porque é estúpido demais pra compreender até o que posta em certos casos. Você não passa de um cretino, ignorante(com orgulho da própria ignorância), estúpido, idiota e racista que só posta besteira e asneira e quer a atenção alheia por alguma carência afetiva crônica.

Vá procurar atenção em outro canto pois só liberei os comentário pra deixar marcado no email, não foi por "medo" de você ou por ter "medo" desses seus comentários de latrina. Mas foi o último, apenas estou cumprindo o que lhe havia avisado antes, se postasse aqui de novo asneiras eu iria pegar pesado, e vou. Promessa é dívida, isso eu te garanto.

Assim que eu repassar isso pro site da polícia que é destinado a isso, vou ver se é possível limpar a caixa de mensagem pra limpar essa sua passagem aqui defecando racismo onde não deve, viu, cagão?

Mas vá se tratar e procurar outras pessoas pra te darem atenção, pois não pretendo dar atenção a um carente cagão racista que só posta com fake porque não passa de um covarde. Guarde sua educação de estábulo pra você, não traga essa sua educação de latrina com a qual você foi criado, pra cá.

Daniel disse...

Pior que esse fake não engana ninguém.
Nesse tipo de atitude da para ver como são "os tipos 'revisionistas'".

Daniel disse...

Levando em conta a afirmação que o Roberto M. falou sobre as informações do Dalton, onde o critico do livro disse "ser interessante", pode ser que na sinopse seja um chamariz para atrair pessoas mais leigas no assunto, tanto que o livro ganhou as 5 estrelas. (detalhe é a parte em que o Roberto fala sobre que futuramente vai achar o livro em algum site "revisionista")

Mas mesmo assim, o comentário principal foi brutal, pois só pela capa já mostrou o nível do pessoal envolvido no livro. Daqui um tempo essa porcaria vai borbulhar pelo foruns do orkut e blogs aqui pelo Brasil com o pessoal de sempre.

Roberto disse...

"Pior que esse fake não engana ninguém. Nesse tipo de atitude da para ver como são "os tipos 'revisionistas'"."

E estou pensando seriamente em pôr o comentário desse cidadão num só post pra destacar o nível de baixaria e apelação racista que esses caras manifestam. Quando eles não têm mais nada a dizer, nem as patifarias habituais deles, sempre partem pra baixaria e agressão.

É isso que eles chamam de "discussão"? É esse o "nível" de argumentação desses caras(não que seja novidade)?

Há pelo menos um lado positivo nisso(em torno de tanta baixaria e apelação) que é o de que esses perfis mais "afoitos" e idiotas dos "revis" deixam bem claro que o intuito do tal "revisionismo" do Holocausto não passa de antissemitismo barato, puro e simples.

É isso que é de fato a tal "revisão" do Holocausto deles: antissemitismo, baixaria e apelação racista. E quando acuados eles agora começam a apelar pra desviar o assunto pra discussão sobre o conflito no Oriente Médio como se o pessoal aqui tivesse relação com o mesmo ou como se Beirute ou Tel Aviv ficassem na próxima esquina.

Roberto disse...

"pode ser que na sinopse seja um chamariz para atrair pessoas mais leigas no assunto, tanto que o livro ganhou as 5 estrelas."

Daniel, você foi no alvo. É esse sim o intuito do livro, não é pra "impressionar" ou mesmo "chocar" quem já está habituado as ladainhas dos "revis" e sim pra atingir o público mais leigo ou conhecimento algum sobre o Holocausto. A retórica "revi" é envolvente pois sempre tentam dar um ar de "conto policial" de "mistério" e "complô" por detrás do tema, como se houvessse algum complô por trás dele. É apelando na credulidade das pessoas e certos preconceitos que eles tentam inculcar esse tipo de propaganda de ódio.

"Mas mesmo assim, o comentário principal foi brutal, pois só pela capa já mostrou o nível do pessoal envolvido no livro."

Daí você tira a picaretagem do cara, inventaram alguém inexistente com PhD pra lançarem um livro. Só isso já seria suficiente pra desacreditar toda essa papagaiada do "revisionismo", mas mesmo assim o pessoal antissemita(os enrustidos, que não assumem abertamente o preconceito) não dão um pio condenando a coisa como fraude. E depois esses caras se acham em condições de discutir de forma parelha com quem expõe essas fraudes negacionistas e o antissemitismo/racismo deles.

Roberto disse...

"Daqui um tempo essa porcaria vai borbulhar pelo foruns do orkut e blogs aqui pelo Brasil com o pessoal de sempre."

Do Orkut eu já não sei em virtude daquela questão que comentei com você sobre o declínio do site, embora lá nas comunidades não dê muito pra notar isso porque o pessoal é ativo(participa) e nem sequer olha a situação no resto do site, mas a situação geral dele é ruim, principalmente em relação ao Facebook.

Mas em fóruns e blogs eu não sei como esse livro ainda não virou uma "vedete" dos revimanés. Na época da lista do Marcelo Oliveira, esse livro teria sido citado com frequência pelo "bonde" dos "revis" e hoje os caras não citam nada, rs.

A conclusão que eu chego é que o próprio bando "revi" já não tem mais a munição de alguns anos atrás, pode notar que a presença deles no Orkut(hospício virtual), que antes era algo considerável, diminuiu consideravelmente.

A coisa veio como uma onda mas a própria internet dá conta de tirar a força delas(com ajuda humana obviamente). O que antes soava como novidade e "coisa excêntrica" hoje já é encarado como "lenda urbana" e mais uma(entre tantas) porcaria que circula na rede.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget