quarta-feira, 4 de maio de 2011

Croácia relembra as vítimas do "Auschwitz croata"

(Belga) Os dirigentes croatas estiveram presentes no domingo que marcou o 66º aniversário do desmantelamento do campo de concentração de Jasenovac, por vezes chamado de "Auschwitz croata", implementado pelo regime pró-nazi croata durante a Segunda Guerra Mundial, informou a televisão estatal.

"Nunca devemos esquecer que Jasenovac foi o local dos crimes mais terríveis" cometidos durante a Segunda Guerra Mundial, declarou o presidente croata Ivo Josipovic durante a cereminônia realizada no local do antigo campo, situado a 110 km ao sudeste de Zagreb. "Enviamos uma mensagem de paz aqui. Todos nós queremos que coisas como as que ocorreram em Jasenovac não ocorram nunca mais", disse M. Josipovic. Várias centenas de pessoas, incluindo ex-prisioneiros do campo, membros das famílias das vítimas e representantes diplomáticos assistiram a cerimônia.

O campo de concentração de Jasenovac foi um dos cerca de 80 campos criados pelo regime pró-nazi croata. Os historiadores não conseguiram chegar a um consenso sobre o número de vítimas que pereceram no campo, sobretudo sérvios, mas também judeus, ciganos e croatas antifascistas. As estimativas variam de 80.000, segundo o museu de Jasenovac, a 700.000 vítimas. O Museu Memorial do Holocausto em Washington avalia algo em torno de 100.000 vítimas. (DGO)

Fonte: Belga (17.04.2011)
http://levif.rnews.be/fr/news/belga-generique/la-croatie-commemore-les-victimes-de-l-auschwitz-croate/article-1194991891505.htm
Tradução: Roberto Lucena

4 comentários:

Daniel disse...

O pior que o modo de matança em Jasenovac era cruel, levado a cabo com um sadismo fora do comum.

Roberto disse...

Eles estavam "matando em nome de Deus", então vale tudo. É esse um dos males do fanatismo religioso, na cabeça do fanático ele pode tudo porque é um "iluminado" por Deus.

Quando um regime chancela essa conduta e o fanatismo, caso desse regime ustashi, o fanático se sente à vontade de pôr em prática o sadismo dele, quando não são os fanáticos que cometem as atrocidades, a gente arregimentada pelo regime as põem em prática.

Roberto disse...

Incrível como tem gente no mundo, e em particular no país(como aqueles nazistinhas de Orkut), que idolatram essas aberrações.

Daniel Moratori disse...

A idolatria continua até no meio religioso, vide aquele post lá do blog sobre a missa a Pavelic.

http://avidanofront.blogspot.com/2012/02/missa-em-memoria-do-lider-croata.html

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget