terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Milhares assinalaram bombardeamento de Dresden

Milhares de alemães assinalaram hoje, em Dresden, no Leste da Alemanha, as vítimas do bombardeamento aliado de 1945 e protestaram contra uma concentração de neo-nazis, que queriam instrumentalizar o aniversário, noticia a AFP.

Ao fim da tarde, treze mil pessoas formaram uma cadeia humana no centro da capital saxã para dizer não à extrema-direita, segundo a polícia.

Esta manifestação é "uma declaração clara contra o nacional-socialismo, o racismo e a violência", declarou o autarca da cidade de Dresden, Dirk Hilbert.

Antes, cerca de 2.500 pessoas tinham participado numa marcha contra a extrema-direita e o nazismo, segundo a polícia e as associações "Dresden sem nazis" e outros 150 tinham depositado flores no cemitério de Heide, onde estão sepultados muitas das cerca de 25 mil vítimas, que morreram em três dias de bombardeamentos anglo-norte-americanos, realizados em fevereiro de 1945.

Ao início da noite, mais de 1.600 neo-nazis tinham-se reunido, face aos quais se concentravam milhares de contra-manifestantes -- entre cinco mil a seis mil, segundo os organizadores -, que gritavam "nazis fora!", sem que registassem incidentes.

Desde há anos, que a extrema-direita procura instrumentalizar, para fins de propaganda, o aniversário do terrível bombardeamento, com bombas incendiárias, que destruiu grande parte desta cidade do leste alemão entre 13 e 15 de fevereiro de 1945.

Fonte: Lusa/Diário de Notícias
http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=2302872&seccao=Europa

Vídeo reportagem euronews:
Milhares de alemães lembram vítimas de bombas de 1945 e denunciam neonazismo

4 comentários:

Pronto, falei! disse...

Vou pegar leve:
- Falam alguma coisa sobre o bambardeio nazi a Londres?

Roberto disse...

Essa marcha neonazi em Dresden já é 'famosa', todo ano os neos da Alemanha fazem uma marcha tentando instrumentalizar(como diz na matéria) o bombardeio da cidade pra causar alguma "comoção" na Alemanha achando que se algum alemão se manifestar sobre o bombardeio à cidade estaria "aderindo" a causa repugnante deles.

No fundo, como todo neonazista, eles não respeitam nem os mortos do bombardeio da cidade consequência da insanidade nazista.

Roberto disse...

Sem falar nas manipulações feitas pelo David Irving sobre o número de mortos na tragédia, tentando fazer um paralelo com o genocídio da 2aGM.

Pronto, falei! disse...

Nada mais que uma manobra insana e desesperada de desviar atenção. Se fazendo de vítimas, acham que podem "deletar" a maquina da besta assassina do cabo austríaco.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget