terça-feira, 21 de agosto de 2012

Julgamento contra 26 neonazis é iniciado na Alemanha

Os detidos foram objeto de manifestação de apoio (Reuters)

O julgamento está programado para ser concluído em meados de setembro.

Notimex

Berlim.- No dia de hoje se iniciou o julgamento contra 26 supostos neonazis, na cidade alemã de Koblenz, os quais foram objeto de uma manifestação de apoio realizada sábado passado no centro da cidade, protagonizada por membros de facções políticas.

Os acusados têm idade que vão dos 19 aos 54 anos. São membros e simpatizantes da 'Oficina de Ação do Médio Reno', que se localizava até março na assim chamada 'Casa Café' – café é a cor com a qual na Alemanha se identifica o nazismo - na população conurbada de Bad Neunahr-Ahrweiler.

De acordo com a Promotoria do Estado da Renânia do Norte-Vestfália, os indivíduos são acusados de pertencer a um grupo de extrema-direita que é contrário à Constituição; além disso, crê-se que eles fizeram atos de violência contra alemães que pertencem à esquerda.

O julgamento está programado pra ser concluído em meados de setembro. Os acusados foram detidos durante uma batida que levou a cabo às autoridades judiciais há 5 meses à 'Oficina de Ação do Médio Reno’.

Ataque Neonazi

Cerca de 100 neonazis armados con paus, explosivos e barras de metal, atacaram uma vivenda na qual estava o escritório de membros e simpatizantes de esquerda que leva o nome de ‘Praxis’, palavra que em alemão (e português) significa 'prática'.

Em outras ocasiões golpearam antifascistas, espiaram a quem se declarava de esquerda e pintaram suásticas em via pública.

Entre os cabeças do ataque se encontra o chefe da 'Oficina de Ação do Médio Reno', Christian H., de 27 anos, assim como Axel Reitz, de 29 anos, também conhecido como 'o Hitler de Colônia'.

A acusação que foi feita contra os detidos consta de 926 folhas e nelas asinalam as autoridades que a ação foi planejada com muita antecipação.

‘Casa Café’

O objetivo da 'Casa Café', que se instalou em Bad Neuhnar-Ahrweiler em 2010 era criar um estado segundo o modelo da Alemanha que se encontrava sob o regime de Adolf Hitler.

Alguns dos detidos explicaram que um dos "sonhos" de sua organização era conseguir estourar uma revolução de extrema-direita, na qual se executaria todos os antifascistas.

A relação entre o partido neonazi (Partido Nacional da Alemanha) com a Oficina de Ação da Renânia do Norte-Vestfália está sendo investigada, já que possivelmente havia vínculos entre ambos e ao que parece este partido apoiou em termos financeiros à organização.

Em se confirmando, o Partido Nacional da Alemanha será banido.

O especialista alemão em neonazismo, Bernd Wagner, declarou em Koblenz que “todos eles (a ala neonazi) tem o medo idiota de que a raça branca desapareça”.

Acrescentou que "os neonazis alemães se veem numa luta apocalíptica contra o sistema, contra o capitalismo internacional, de predomínio dos dos Estados Unidos e contra a democracia ocidental. Chamam essa posição de "Resistência Nacional".

Wagner é também fundador da iniciativa cidadã 'Saída', grupo que ajuda os indivíduos que queiram abandonar o meio neonazi a ter uma 'vida normal',

Internacional
Redator: Angel Valdes

Fonte: El Financeiro (México)
http://www.elfinanciero.com.mx/index.php?option=com_k2&view=item&id=35732&Itemid=26
Tradução: Roberto Lucena

Ver mais:
26 alleged neo-Nazis go on trial in Germany on charges of anti-leftist violence (AP/Montreal Gazette)
Inicia el juicio contra 26 presuntos neonazis alemanes (veracruzanos.com, México)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget