segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Neonazis mudam sua estratégia na Alemanha com medo de banimento do NPD

Neonazis mudam sua estratégia na Alemanha
Por Frank Jordans

Enquanto o governo busca declará-lo ilegal, o Partido Nacional Democrático baixa o tom de sua mensagem para atrair eleitores de centro. Vários membros renunciariam do grupo.

Em um comício do maior partido de ultradireita da Alemanha, os skinheads (carecas) levantam punhos em meio a cantos nacionalistas, postam camisetas com palavras de ordem provocadoras e ocultam suas tatuagens neonazis ilegais devido ao fato da polícia estar a espreita. Contudo, o líder do grupo insiste que está levando seu Partido Nacional Democrático pelo caminho das principais correntes políticas, onde seus integrantes seriam bem visíveis.

"Meu objetivo é fazer do PND (NPD) um partido baseado firmemente no presente e que olhe para o futuro", afirmou Holger Apfel em uma entrevista para a The Associated Press durante o evento. E rompeu um tabu da extrema-direita ao reconhecer que a história da Alemanha nazi durante a Segunda Guerra Mundial incluía "crimes".

Apfel tem razões táticas para baixar o tom de sua mensagem, pois as autoridades pensam em proibir o partido. Contudo, sua intenção de apelar ao centro do espectro político provocou ira no pequeno mas arraigado movimento de ultradireita do país, no que muitos se negam a reconhecer que a Alemanha sob o nazismo - ou nacional-socialismo - foi responsável pelo massacre de seis milhões de judeus.

Alguns membros do PND se retiraram do partido e outros ameaçam fazer a mesma coisa. Não obstante, e apesar de suas palavras de mudança, não é necessário muito tempo para que Apfel mostre seus próprios lampejos de xenofobia. "Nós temos que assegurar que a Alemanha volte a ser o país dos alemães. Vemos o perigo crescente de que a base biológica de nossa gente se reduzirá devido ao fato haver uma mistura (interracial) cada vez maior", sustentou.

A decisão do governo de lançar uma proibição ao PND é feita depois da revelação em novembro de que uma pequena célula neonazi matou em 7 anos a nove imigrantes e uma policial. As autoridades não puderam demonstrar como operava com o apoio direto do PND, ainda que funcionários do partido tenham se relacionado com os três membros principais.

Angela Merkel considera que o PND é "antidemocrático, xenófobo, antissemita e portanto também uma ameaça à Constituição", disse Steffen Seibert a jornalistas, portavoz da chanceler alemã. Contudo, um intento prévio de declará-lo ilegal foi rechaçado pela corte suprema do país em 2003, e as autoridades estudam o tema com cuidado antes de se decidir em fazer uma nova iniciativa a esse respeito.

Fonte: AP
http://america.infobae.com/notas/57509-Neonazis-cambian-su-estrategia-en-Alemania
Tradução: Roberto Lucena

Mais:
La ultraderecha alemana cambia de estrategia (Terra/AP)

5 comentários:

eatmyump disse...

que hipocrisia dessa tal ''democracia''.
olha quantos alemães de verdade morrem na mão de imigrantes e sua ninhada!!
muito mais em 1 mês do que em 10 anos dos''super violentos'' skinheads...
e pior que tem gente que acredita nessa mídia mentirosa e sionista pró IsraUSA

eatmyump disse...

que hipocrisia dessa tal ''democracia'' hahahaah
chega a ser hilário..
olha quantos crimes os alemães sofrem na mão dos imigrantes!!
é só pesquisar.. não é difícil!
se bobia em 1 mês matam mais alemães do que os ''super violentos'' skinheads matam em 10 anos..

Roberto disse...

"que hipocrisia dessa tal ''democracia'' hahahaah chega a ser hilário..
olha quantos crimes os alemães sofrem na mão dos imigrantes!!"


Problema dos alemães, há justiça naquele país e aparato do Estado pra cuidar disso. Hilário é ver um brasileiro neonazi "sentindo as dores" dos alemães achando que é um fascista alemão.

"é só pesquisar.. não é difícil!
se bobia em 1 mês matam mais alemães do que os ''super violentos'' skinheads matam em 10 anos.."


Não apenas skinheads, e sim neonazis. Essa sua defesa de neonazistas alemães beira o ridículo embora não seja uma manifestação inédita pois já vi viúvas do cabo genocida austríaco fazer esses comentários toscos antes.

Roberto disse...

Só um aviso pois não vou publicar lixo racista como também não pretendo discutir bobagens com extremista de direita escondido com nickname. Não está escrito na Constituição Brasileira que se deva tolerar pregações racistas.

Roberto disse...

Só pra ilustrar o naipe das asneiras:

"deve ser isso mesmo então.. penso que não deve ser fácil para os alemães conscientes ver seu país cheio de turcos que nem sequer dão o trabalho de aprender alemão e querer impor sua cultura num país ocidental.."

Aí se for responder esse tipo de asneira a gente pode pôr uma pergunta do mesmo naipe: você fala de impôr cultura a outro, então por sua lógica a gente pode te considerar um "agente estrangeiro" querendo impôr fascismo alemão ou idolatria à Alemanha num país de língua portuguesa e colonizado por portugueses já que você não faz parte dos ancestrais dos primeiros colonos portugueses que aportaram no país, bem como de índios e negros.

Por sua lógica bizarra (e de vários outros neos do Brasil) você não seria considerado brasileiro legítimo já que, independente da lei (que considera brasileiro quem nasce no país, tal como a França), historicamente falando a formação do povo brasileiro se dá principalmente pela mistura de portugueses, índios e negros, sendo que o maior grupo étnico europeu no Brasil é o de descendentes de portugueses bem como o idioma do país.

Veja só como você seria enquadrado fácil como "turco" no Brasil.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget