quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Sobre denuncias de sites "revisionistas" neste blog. Este não é o local

Removi esse aviso deste post sobre a tatuagem da unidade francesa da Waffen-SS e o Front National da França, pois destoava do texto e vou reproduzi-lo abaixo e tirá-lo do outro post.

Acho vergonhoso ter que colocar um aviso (mais um) por conta de mau comportamento com denúncia de sites, algo que poderia ser evitado. Eu evitei comentar antes pois estava evitando me aborrecer em ter que comentar isso de novo, mas uma hora a paciência esgota. E não vou esperar que terceiros mudem de postura pra tomar uma atitude. Mesmo porque há vários avisos no blog sobre isso e pelo visto não leem. Quem quiser checar clique na tag avisos, quase sempre é o mesmo problema.

A impressão que passa é que a gente está falando sozinho pro "vento" ou pruma "parede" pois quando a gente dá um "esporro" ou aviso não pinta um pra comentar. Se são tão ligeiros pra denunciar e fazer alarmismo, por que não sabem vir discutir ou ignoram a posição/opinião do pessoal do blog?

Acho que fui excessivamente tolerante com este tipo de conduta (do pessoal que fala ignorando o que você diz) e de fato não pretendo mais ser tão "tolerante" com este tipo de postura, até porque não irei me desgastar por conta de paranoia alheia.

Eu já tive que tirar o email do blog pra parar de receber emails esdrúxulos com mensagens absurdas. E não, as mensagens mais absurdas não foram de "revisionistas" (negacionistas), pois seria de se esperar isso deles, não?

Eu nem me espanto mais com o que eles ("revis") dizem, pois é quase sempre a mesma ladainha sempre sendo que não representam mais uma "novidade" (só cai no discurso deles quem pensa como eles), mas como dizia, eu me espanto é com o outro lado (que se apresenta pra "combatê-los") faz, pois em tese deveria ter outra postura.

Segue abaixo o comentário com aviso que fiz no outro post. Não irei mais repetir o assunto, próxima vez que pintar o mesmo problema em algum post futuro, copio o link deste post e fica dado o aviso. Quem quiser insistir vai ter que brigar.
____________________________________________________________________

Só um aviso, já que citei um site neo abandonado, infelizmente o texto se estendeu, e se for o caso coloco em um post à parte: como já disse antes, o blog não é local pra denúncia de sites, "revis" ou não, quem quiser fazê-lo ou achar que é o caso, envie o conteúdo pros sites apropriados da Polícia Federal ou denuncie diretamente à polícia ou Ministério Público do seu estado, inclusive podem fazer isso pessoalmente, eles devem orientar sobre o problema. O que eu cito eu me responsabilizo, mas não irei me responsabilizar por denúncia de terceiros em hipótese alguma. Mas vejam que um site com apologia do nazismo está no ar há 7 anos sem que os autores sejam responsabilizados, então não criem muitas ilusões sobre possíveis punições de todo e qualquer site deste tipo na web com autores nascidos no Brasil.

Por que estou repetindo este aviso? Porque mesmo escrevendo mil vezes o mesmo alerta sobre esta questão, vez ou outra aparece denúncias de sites como se o blog fosse destinado a isso, apenas porque o blog tem conteúdo contrário aos negacionistas.

A finalidade do blog está na descrição dele ("sobre o blog"), a linha é a mesma do Holocaust Controversies (blog em inglês) e do The Holocaust History Project (site hospedado nos EUA que combate o negacionismo fornecendo informação de primeira sobre segunda guerra, nazismo e Holocausto). Eu penso que se combate o extremismo com informação de qualidade, tem gente que acha que vai barrar isso dando uma de "Rambo" e "justiceiro", comparando o impacto das duas coisas, os sites citados em inglês fizeram infinitamente mais estrago no negacionismo do que "justiceiros" agindo na rede apagando rastros desses bandos, quando não criando mais problemas com brigas.

Por que comento isso? Porque vez ou outra sempre surge pessoas criticando como se a gente fosse "calmo" demais com a questão quando apenas se trata de ter visões distintas do problema. O que ocorre é que o lado mais irritadiço não consegue enxergar a coisa por outro ângulo e quer impor essa forma truculenta "Rambo" de agir que como disse acima, só cria problemas e é uma completa idiotice.

Esse comportamento de denuncismo e de "justiceiro" do brasileiro acaba reduzindo a liberdade de postar/discutir na rede. São os efeitos colaterais de quem incentiva esse comportamento no Brasil.

Quando veem que algum site "revi" é citado (como no caso acima, eu citei um blog neonazi abandonado), isso passa a impressão errada pruma minoria (pois este gesto não significa "sinal verde" pra fazer denuncismo, como disse acima), que muitas vezes não age corretamente e de forma sincera, de que se pode denunciar aqui, ou que é lugar pra isso, quando não é. Quando comento sobre sinceridade é que não deixam claro o que querem com as denúncias no blog e não falam claramente o que pensam, posicionamento ideológico etc e não consideram que tais posicionamentos podem entrar em choque com o pessoal do blog. Em resumo, aqui não é lugar pra isso.

Eu até havia escrito um texto sobre esse problema aqui e removi, se for o caso coloco num post à parte. Mas esse ficará longo também. Só sei que é triste ter que repetir isso várias vezes porque simplesmente ficam achando que somos um bando de imbecis, testando nossa paciência, porque só pode ser essa a explicação pra tanta insistência e simplesmente ignorarem os alertas, eu não estou falando pra portas, pretendo endurecer a linha com quem repetir esse comportamento já que o diálogo não resolve.

Voltando ao assunto, eu sei quais são a maioria dos sites negacionistas, não preciso que ninguém me diga quais são nem que me "ensinem" nada sobre fascismo ou negacionismo. Isso soa pedante? Talvez, mas não é pedantismo e cito um caso que ilustra o problema logo abaixo.

Vou citar um caso do Orkut sobre essa questão.

Havia uma pessoa nessa rede social do Google, um carola, que usava um fake, que justamente por colocar um viés religioso em tudo que discutia (num tom bem apocalíptico por sinal) não conseguia entender esses assuntos de um ponto de vista analítico, político e histórico. Comentava como se fosse o maior "conhecedor" do assunto nas comunidades que a gente fazia parte, apesar de não ter lido um livro sobre o tema (essa é a pior ironia do caso). E não adiantava a gente colocar uma fonte ou texto de livro referência sobre o assunto que a figura, no ápice da sua prepotência ignorante (pois o cara não sabia nem interpretar direito um texto, e tratava o assunto na base da histeria), ou ignorava o que a gente comentava e reproduzia (os textos), ou simplesmente continuava a fazer pregação de sua "própria lógica" religiosa distorcida pois até a visão religiosa dele sobre a religião dele é torta, sem que ninguém compartilhasse com ele desse comportamento.

Um dia, numa discussão banal sobre a presença de grupos cristãos extremistas ligados a neonazismo nos EUA, mais precisamente da Ku-Klux-Klan (que foi criada por grupos cristãos extremistas racistas protestantes), o cara simplesmente surtou porque estava mais preocupado em "defender" religião (quem passou procuração pra ele fazer isso? Falar do assunto é atacar? A ultrassensibilidade e desajuste levam a uma pessoa a isso) do que discutir a coisa, sendo que eu havia citado as ligações mostrando textos de referência, não fiz acusações, e o cidadão começou a atacar, agredir, fazer um teatro acusando que eu o havia ofendido (quando eu é que fui atacado) etc.

É óbvio que não gostei, não gosto que venham atacar mentindo, isso é coisa de gente com índole questionável.

Como não levo desaforo pra casa, revidei da forma mais pesada possível e só aí o moderador resolveu interferir no tópico, quando viu que o cara que atacou estava ficando encurralado pois eu não iria pedir desculpas por ser agredido em hipótese alguma. Acho isso engraçado, eu sou atacado e o povo deixa "rolar", eu vou revidar, começam a ficar com "pena" do "coitadinho" do agressor e pedem "calma", paz etc. Valores distorcidos do povo com viés conservador em geral.

O Brasil deve ser o único país do mundo onde o agressor se sente ofendido com o revide em resposta às agressões dele. Surreal isso. Aliás, o que leva essas pessoas a ficarem agredindo gratuitamente pessoas que nem conhecem com base em delírios e imbecilidades?

Esse caso ocorreu acho que faz muito tempo, só estou citando aqui pra ilustrar o que citei lá no começo deste aviso. Igual a este caso há vários, e eu não quero repetir a "dose".

Voltando ao assunto do começo, a web atual não é a mesma de dez anos atrás quando não havia essa "judicialização" dela como ocorre hoje, principalmente depois do advento do Orkut seguido do Facebook (das baixarias nos dois sites), onde o mau uso da rede e a banalização que essas redes sociais provocam, destruíram aos poucos a liberdade que havia na web antigamente. Não acho que essas redes sociais valham tanto a ponto de destruir o conteúdo e liberdade da web só que penso que o brasileiro (generalizando) só irá descobrir isso tarde demais.

Qualquer coisa, mesmo banal, pode acabar em processo dependendo do grau de má intenção (ou não) de terceiros. Ao contrário do que "revis" brasileiros afirmam, de que são adeptos de "livre discussão", isso é e sempre foi uma balela, a maioria deles não é a favor disso coisa alguma, salvo algumas exceções. Os "revis" de Portugal, independente do que eu ache pessoalmente deles (e não gosto), costumam ter discussão livre do assunto, sem ameaças, exceto quando apagam os comentários dos blogs deles (rs). Divergências à parte, tenho que reconhecer uma virtude mesmo em grupos que eu tenho aversão.

Portanto, não preciso repetir novamente estes avisos pra que entendam que não se deve fazer denúncia em comentários no blog. Caso aconteça de novo não irei publicar. Se ocorrer novamente eu apenas irei colar o texto que escrevi aqui e apontar os demais posts de avisos.

2 comentários:

Roberto disse...

Se toda vez que for citado um site "revi" eu precisar colocar aviso sobre isso, é brincadeira.

Dessa vez não ocorreu isso mas já aconteceu de outras vezes e não quero isso aqui.

Roberto disse...

A quem achar que isso é "temor" ou fazer o que "revis" querem, meu singelo "vai se ferrar"

A questão é que quem quer denunciar algo à polícia, deve procurar o local pra isso, o site não é pra fazer "justiceirismo" de internet.

Quem presenciou a proliferação desse lixo no Orkut (caso alguém esteja lendo), sabe como isso ocorreu por lá, com esse comportamento inconsequente que acaba incentivando a delinquência desses caras e não resolve nada, pois alguém acha que alguém que odeia grupo A, B ou C vai mudar de postura e opinião sob ameaça e canetada?

A quem acredita nisso, meus sinceros votos de "seja otário sozinho". É uma postura dogmática, religiosa e sinceramente, não muito racional, calcada na histeria e medo provocado por uma interpretação distorcida do problema.

O que é visível é a perda de liberdade na internet por conta dessa babaquice e judicialização da web. De fim de dezembro pra cá eu ponderei sobre o problema e vi como a coisa já estava deteriorada, embora já visualizasse isso bem antes.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget