quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Tatuagem nazi leva ao afastamento de candidato da FN (Front National, França)

Por France Press, publicado por Luís Manuel Cabral

Tatuagem de Bastien Durocher revelada online
junto com o símbolo da Divisão Charlemagne
A divulgação de uma tatuagem nazi no braço de um candidato da Frente Nacional às eleições municipais de março levou o partido a retirá-lo das listas eleitorais para evitar polêmicas.

Um candidato do partido de extrema-direita Frente Nacional (FN), às eleições municipais de março, em França, foi excluído das listas eleitorais após a difusão de fotografias suas onde se podia ver uma tatuagem nazi, informou o cabeça de lista do partido por Châteauroux esta sexta-feira.

"Na sequência das legítimas preocupações geradas pela revelação de uma tatuagem de cariz nazi de um apoiante da Frente nacional de Châteauroux (centro do país), foi decidido que Bastien Durocher será retirado da lista da União Azul Marinho (Rassemblement Bleu Marine)", afirmou Matthew Colombier em comunicado.

Na fotografia, Durocher surge com o braço esquerdo tatuado com o símbolo da "Divisão Charlemagne" das "Waffen-SS" que durante a Segunda Guerra Mundial era composta por voluntários franceses. Colombier tinha afirmado inicialmente que não iria "retirar a confiança" ao candidato da sua lista mas, a direção do partido decidiu afastá-lo, seguindo uma estratégia que pretende evitar a diabolização da Frente Nacional e que é seguida há vários anos pela presidente Marine Le Pen.

Bastien Durocher afirmou hoje no jornal "La Nouvelle République que a sua tatuagem tinha sido feita durante a "adolescência" e que tencionava removê-la. No entanto, as imagens difundidas online pelo grupo "Resistência Antifascista" denunciaram a ideologia racista do candidato e levaram agora ao seu afastamento do ato eleitoral do próximo mês.

Fonte: Diário de Notícias (Portugal)/France Press (França)
http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=3686946

Ver mais:
Fotografia. Candidato da extrema-direita francesa afastado por tatuagem neonazi (Notícias ao Minuto, Portugal)
Extrema-direita francesa afasta candidato por tatuagem neonazi (TSF, Portugal)
__________________________________________

Observação 1: Sobre esta Divisão Charlemagne, eu inclui o link no texto acima (basta clicar no nome da divisão) do Axisforum sobre ela (está em inglês), que é especializado em discussão sobre segunda guerra. Ou ver o verbete da Wikipedia em inglês sobre esta divisão:
33rd Waffen Grenadier Division of the SS Charlemagne (1st French)

Aos desavisados, o Axisforum (ou Axis History, é um site que é mais conhecido pelo fórum de discussão embora tenha a parte informativa nele de primeira) não é um fórum neonazista, pois muita gente pode confundir por conta do tema que ele aborda. O rigor com banimento de negacionistas nele é pesado e o conteúdo é de primeira, quem for pego pregando negação do Holocausto e afins acaba sendo banido, até porque a "contribuição" com o "conhecimento" desse pessoal negacionista sobre segunda guerra beira a irrelevância, sendo que todo e qualquer comentário de gente com esse perfil político é enviesado pras crenças lunáticas "mágicas" do fascismo que eles idolatram. Só comento isso porque o grau de histeria com esses assuntos no Brasil anda elevado, e o desconhecimento sobre os temas seguem nessa mesma proporção (desconhecimento pesado), o que facilita a proliferação de fascistas no Brasil pois um público com um conhecimento ou análise crítica precários sobre esses assuntos e outros, além de falta de humanismo como postura política, não representa um obstáculo à pregação desse tipo de doutrina de caráter extremista segregador no país.
________________________________________________
Observação 2: a quem não leu ou viu, recomendo que leiam este texto (está dividido em partes e não foi finalizado ainda, o original está em inglês) sobre a formação dessas tropas multiétnicas da Waffen-SS pois vários grupos de extrema-direita (fascistas e neonazis) no Brasil e no exterior, utilizam o episódio dessas tropas pra propagar, de forma ridícula pois só um ignorante mal intencionado leva uma coisa dessas a sério sem checar nada, que o Reich nazista não era racista, algo que beira o ridículo pois mesmo nessas tropas, quem não se enquadrasse nos critérios "raciais" nazis, não tinha acesso a promoções ou mesmo fazer parte do grupo "seleto" dos "arianos" (segundo a denominação nazista), fora toda a doutrina racista nazi.

Boa parte do voluntariado dessas tropas se deu por questões ideológicas, vários agrupamentos simpáticos ao nazismo e fascismo, grupos de extrema-direita anti-comunistas, alistavam-se nessas tropas pra combater na União Soviética e em outros países o "inimigo bolchevique". Em geral as pessoas fanáticas que se dizem anti-comunistas, são fascistas ou bem extremistas (sendo que boa parte não se assume), isso frequentemente os leva a aproximações com grupos nazifascistas, embora não vivamos mais a polarização da Guerra Fria. Vários grupos no Brasil, principalmente na mídia brasileira, alimentam essa paranoia de guerra de décadas passadas (por politicagem e disputa política com governos) que perderam totalmente o significado original e são anacrônicas, mas prum fanático qualquer crendice que combine com a "visão de mundo" dele "faz sentido".

Sobre o que apontei, e este é o tipo de propaganda que fazem, este blog neonazista verdade1945, aparentemente de alguém de Santa Catarina (Estado), faz a propaganda que citei acima, postagem de 2007. Os responsáveis pelo site pelo visto não foram condenados pela justiça brasileira por apologia do nazismo sendo que o post está no ar há uns 7 anos e a impunidade alimentando esses grupos.

Link do texto sério sobre essas tropas multiétnicas segue aqui: O Fenômeno dos Voluntários (tropas multiétnicas do Terceiro Reich) - parte 01. Há a parte 02 (o link está no post) mas falta traduzir o resto.

Quem quiser ver todos os textos sobre o assunto, clique nas tags Waffen-SS e Tropas Multiétnicas

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget