quinta-feira, 8 de maio de 2014

O atirador Frazier Glenn Miller e o revisionismo (negacionismo) do Holocausto

Conforme prometido, mas evitei criar o post na sequência do evento pois podem remover vários links onde havia participação desse cidadão. O Glenn Miller é autor do atentado letal deixando 3 vítimas (judias) numa escola dos EUA, leiam neste link. Mas não surpreende que estas pessoas com perfis violentos circulem em sites e grupos negacionistas nos EUA. O F. Miller circulava no fórum neonazi e/ou "supremacista branco" dos EUA chamado VNN.

Eu coloco o "e/ou" pois a linha que separa o neonazismo do supremacismo em alguns países é literalmente tênue ou nenhuma. Digamos que em geral os neonazis (ou neofascistas) possuem uma organização partidária mais 'arrumada' em alguns países. A Klan é mais ativa nos EUA.

Não localizei no momento o link que eu havia salvo do VNN onde falavam do cidadão anos atrás, de qualquer forma, pra deixar registrado, ele era figura do VNN. Atenção com os links pois este aqui é de um blog racista (supremacista) dos EUA que comenta o caso. No SPLC (que é uma organização que combate esse tipo de extremismo nos EUA) comentam este mesmo caso e o fórum VNN dando apoio ao assassino, confiram no link. Mais um link do SPLC com um post do atirador no fórum, link.

Eu evito, mas muitas vezes é impossível não citar, colocar esses links de sites racistas de fora pois a maioria (esmagadora) dos "revis" lusófonos leem esse blog (apesar de só alguns deles comentarem), e se eles quiserem reproduzir porcaria como esse tipo de texto ou blog do link acima, que façam isso indo à fonte do lixo e não por terem visto o link aqui. Tem sites de alguns países infinitamente piores que os brasileiros ou portugueses, mas já temos violência demais pra lidar no país (que continua sendo um dos ou principal problema do país hoje) pra ficar importando mais esse tipo de porcaria de fora.

Há uma entrevista com o assassino dada à Carolyn Yeager que é outra negacionista e supremacista dos EUA conforme já citado aqui. Os links de entrevista dele à ela estão Aqui e aqui, com a seguinte descrição:
Saturday Afternoon with Carolyn Yeager, Live, May 11th, 2-4PM Eastern (11AM -1PM Pacific) on The White Network. "Interview with Glenn Miller, creater of the White Patriot Party"

[fglennmiller]

Carolyn begins a series of programs with personalities active during the 60's through 90's in American White racial activism. Frazier Glenn Miller founded and built the only White people's party ever in the U.S. - the White Patriot Party – in 1980, with a peak membership of 3000. He has been personally involved with all of the main figures and the history of the time period, so he has much to tell us.

Phone calls will be taken in the 2nd hour only (no undisclosed numbers), or email carolyn@carolynyeager.net

See you then,
Tradução:
Tarde de Sábado (Saturday Afternoon) com Carolyn Yeager, ao vivo, 11 de maio, de 2-4 da tarde horário do Leste (11 da manhã à 1:00 da tarde, fuso do Pacífico) na The White Network ("Rede Branca"). "Entrevista com Glenn Miller, criador do Partido Patriota Branco"

[fglennmiller]

Carolyn começa uma série de programas com personalidades ativas durante os anos 60 até os anos 90 no ativismo racial branco dos EUA. Frazier Glenn Miller fundou e construiu o único partido do povo branco nos EUA - o Partido Patriota Branco - em 1980, with a peak membership de 3000. Ele esteve pessoalmente envolvido com todas as principais figuras e no histórico daquele período, então ele tem muito a nos contar.

Chamadas de telefone serão recebidas apenas na segunda hora do programa (não revelaremos o número do telefone), ou por email carolyn@carolynyeager.net

Vejo vocês então.
Mesmo sabendo que isso seja algo remoto de ocorrer na cabeça dessas pessoas, pois se fossem providos de consciência não se engajariam nesse tipo de porcaria (em pleno século XXI), mas ainda me pergunto se não rola alguma crise de consciência de alguma dessas pessoas, vez ou outra, em ficarem tão próximas de gente (assassinos em potencial) que mata de forma gratuita pessoas por racismo e crendices racistas estúpidas. Esse tipo de discurso racista e crendice acaba invariavelmente nesse tipo de ataque quando algum mais desajustado arruma meios de extravasar sua raiva cultivada por muito tempo. Ou seja, quando um mais estourado põe em prática o extremismo que prega.

O cenário racista nos EUA com a Klan sempre foi violento e pelo visto não mudou nada, apesar da eleição "simbólica" do Obama pelo aspecto étnico da coisa (ficou só no simbolismo mesmo) já que politicamente o cara é um fiasco (deu até apoio à extrema-direita na Ucrânia). A Klan ou seus membros estão envolvidos em quase todo tipo de organização extremista de direita e racista nos Estados Unidos, e internamente em alguns partidos.

Faço questão de frisar essas questões pois vez ou outra algum radical de direita começa discussões tentando negar a matriz ideológica desse tipo de extremismo em outros países e mesmo aqui no Brasil com retórica achando que vão "levar no papo" a gente repetindo panfleto. Cito como exemplo ainda uma discussão esdrúxula num post antigo (sobre o conflito na Ucrânia), onde tive que ler que eu tinha "mágoa" (sic) da direita e coisas desse tipo sem nunca ter discutido em profundidade questões de direita e esquerda no cenário brasileiro no blog, até porque é impossível discutir se pouca gente comenta. E mesmo levando em conta que o blog sempre aborda o extremismo de direita de matriz fascista, ou seja, o assunto extrema-direita aqui tem tudo a ver com a questão da negação do Holocausto etc, acho que não seria necessário eu repetir algo tão óbvio se o povo (generalizando) não fosse tão estúpido ou cínico a ponto de ignorar essas questões.

Se alguém não sabe o que é fascismo e quer ficar repetindo como papagaio sites que ficam criando confusão sobre esses termos, fiquem à vontade, mas não esperem concordância do pessoal aqui. O nível de discussão política no país anda muito baixo há bastante tempo e principalmente pelo nível de interlocução e intelectual da direita brasileira, que é terrível.

Dizer que alguém tem "mágoa" em vez de criticar o que a pessoa pensa argumentando o porque discorda não é discussão política e sim choro infantil, coisa de gente despolitizada sem argumento, que em muitos casos leu algum texto esdrúxulo e cheio de "certezas" solto na internet e resolveu sair pregando pra "catequizar" as pessoas.

Em parte esse tipo de retórica mimada e chorona é típica da extrema-direita, um discurso apelativo, moralista e emocional, sem base alguma ou calcado em fantasias/mitos, cheio de senso comum rasteiro.

O que disse acima eu sei que é óbvio pra muita gente mas pra milhares, infelizmente, não é. Então se faz necessário chamar sempre a atenção desses que não têm convicção política sólida e se deixam levar por bobagens que leem na web. Não se faz política assim, na base da "catequese" como se fosse religião.

P.S. não confundam esse "Glenn Miller" com esse aqui (o mais antigo e maestro). O antigo Glenn Miller não merece essa comparação por conta do homônimo.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget