sexta-feira, 5 de setembro de 2014

As autópsias de Hadamar

Eu indico aos leitores esta excelente tese de Madeline Schlesinger, que mostra de forma conclusiva porque as autópsias realizadas pelo Major Bolker em Hadamar provaram que os pacientes não morreram de tuberculose, e também observa o fato fundamental de que Hadamar não tinha meios para diagnosticar e tratar a doença, tais como máquinas de raios-X e medicamentos adequados (pág. 19). As mortes foram consistentes com os envenenamentos descritos pelos réus (pág. 44) e os frascos de morfina encontrados no local (pág. 35). Além disso, o documento cita (em pág.40) a declaração de Wahlmann sugerindo que 200.000 eram o alvo inicial de morticínio do programa T4, implicando num cálculo de 80.000.000 x 0,004 x 0,625.

Fonte: Holocaust Controversies
http://holocaustcontroversies.blogspot.com/2014/09/hadamar-autopsies.html
Texto: Jonathan Harrison
Título original: Hadamar Autopsies
Tradução: Roberto Lucena

Leitura adicional:
"Euthanasia" crime in Hadamar (Site da Universidade de Minnesota)
Hadamar Euthanasia Centre (Wikipedia em inglês)
Tötungsanstalt Hadamar (Wikipedia em alemão)

Checar as referências no final dos verbetes.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget