sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Diário britânico Guardian exibe o racismo no Brasil

O título original do texto é esse, eu encurtei (resumi) porque título muito grande pode ficar disperso:
Diário britânico Guardian exibe denúncia de atriz Nayara Justino, que perdeu papel de Globeleza “por ser muito negra”



Sugerido pelo TC

Da Redação

O vídeo acima foi produzido pelo diário britânico Guardian.

Para complementá-lo é preciso acrescentar que a elite brasileira importou da Europa a pseudociência que atestava a superioridade dos brancos em relação aos negros. Ela tinha sido formulada para justificar o massacre colonial cometido pelos europeus na partilha da África. Por isso, os negros não tinham alma, eram bárbaros, não tinham História.

A elite brasileira, de forma tragicômica, importou as teorias e derivou delas a tese do branqueamento da população brasileira. Foi a política oficial que trouxe imigrantes de várias partes do mundo, para livrar o Brasil do sangue negro.

Os descendentes de escravos, abandonados pelo Estado depois da abolição, mergulharam definitivamente numa segunda escravidão. Os resquícios do “quanto mais negro, pior” e da mulata como objeto do desejo sexual dos europeus foram incorporados à brasilidade machista, racista e colonizada.

Fonte: The Guardian/Viomundo
http://www.viomundo.com.br/denuncias/guardian-exibe-denuncia-de-atriz-nayara-justino-que-acredita-ter-perdido-o-papel-de-globeleza-por-ser-muito-negra.html

Um comentário:

João P. Santos disse...

o racismo contra negros é uma vergonha para o país e a maioria das pessoas não condena, excelente reportagem.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget