terça-feira, 6 de março de 2012

Notícias de trabalhos arqueológicos em Sobibór

O seguinte artigo apareceu na última quinta-feira na newsletter do Israel Hayom:

Desenterrando o horror

A pesquisa arqueológica conduzida por Yoram Haimi e Wojciech Mazurek em Sobibór foi mencionada no Capítulo 7 da Crítica a Mattogno, Graf e Kues do HC e em vários artigos neste blog, como por exemplo, o artigo das Valas Comuns em Sobibor – 10ª Atualização.

Felicito Yoram Haimi e Wojciech Mazurek por seu excelente trabalho, do qual espero aprender mais, assim que possível.

Fonte: Holocaust Controversies
http://holocaustcontroversies.blogspot.com/2012/03/news-from-archaeological-work-at.html
Texto: Roberto Muehlenkamp
Tradução: Roberto Lucena

9 comentários:

Pronto, falei! disse...

Me lembro que se fosse ontém quando prenderam Franz Gustav Wagner, comandante do Campo de Sobibor. O bandido tinha o apelido de Carniceiro de Sobibor! Gente fina! E confessou tudo!
Foi protegido pela Volkswagen do Brasil e foi reconhecido por um sobrevivente, numa reunião para "comemorar" o aniversário do suicida de bigodinho e topete esquisito.

Pronto, falei! disse...

Aliás, a Ameria Latina foi um paraiso para essa corja de assassinos. Me lembro de Klaus Barbie, mestre em torturas, que chegou a ser membro da ditadura boliviana de Luiz Garcia Meza. Adotou o sobrenome Altmann, em "homenagem" a um rabino. Um tremendo cara-de-pau!
Vai aqui uma sugestão, se me permitem:
As crianças de Izieu.
Que tal desenvolver

Pronto, falei! disse...

Este artigo, assim como uma outra infinidade em todo esse blog, tem ótimos e incríveis artigos sobre pesquisa "in loco" que comprovam as barbaridades nazistas. Os "revi"nazistas-bandidos, deveriam acompanhar essas pesquisas em vez de ficarem choramingando e exercendo racismo nos esgotos em que se hospedam. Não é isso que eles tanto exigem?
Vá entender essa cambada...

Roberto disse...

"Me lembro que se fosse ontém quando prenderam Franz Gustav Wagner, comandante do Campo de Sobibor. O bandido tinha o apelido de Carniceiro de Sobibor! Gente fina! E confessou tudo!
Foi protegido pela Volkswagen do Brasil e foi reconhecido por um sobrevivente, numa reunião para "comemorar" o aniversário do suicida de bigodinho e topete esquisito."


E o pior é que circula no youtube um vídeo ridículo, dúbio, tentando pôr "ares de mistério" no suicídio dele. Acho que dá pra encontrar fácil pois tem o nome dele se não me engano.

O Jonathan Harrison do Holocaust Controversies fez um texto sobre esse caso (teve um "revi" dos EUA tentando citar partes de uma declaração dele de uma matéria de 1979 ou 1978, por aí, e só vendo no original o que havia escrito) e consegui achar as matérias antigas do Jornal do Brasil e outros jornais sobre o caso onde cita que ele tentou se suicidar umas quatro vezes até conseguir na quinta, provavelmente porque não queria dar o "gosto" de ser preso ou julgado na Alemanha Ocidental por considerar isso uma "humilhação".

O que põe abaixo qualquer vídeo com intento de pôr em cheque o suicídio dele, uma vez que esse fato não é mencionado no vídeo por razões óbvias: se citam que o cara tentou se matar 5 vezes, o vídeo perde totalmente o sentido com a distorção feita.

Roberto disse...

A Volkswagen deveria ter sido processada por isso (dar abrigo a criminoso de guerra foragido) mas provavelmente não aconteceu nada, ainda mais que o país estava numa ditadura e os tribunais numa ditadura são uma completa piada. Se a coisa é ruim numa democracia, imagina a "justiça" numa ditadura.

Roberto disse...

"Aliás, a Ameria Latina foi um paraiso para essa corja de assassinos. Me lembro de Klaus Barbie, mestre em torturas, que chegou a ser membro da ditadura boliviana de Luiz Garcia Meza. Adotou o sobrenome Altmann, em "homenagem" a um rabino. Um tremendo cara-de-pau!"

Contribuição direta do Vaticano. E o curioso é que o mesmo diz que não teve qualquer protagonismo no genocídio da 2aGM porque simplesmente "ignora"(omite) o genocídio na Croácia(comandado por vários padres e com pleno conhecimento do Vaticano) bem como a fuga de criminosos de guerra nazis onde o Vaticano teve papel de destaque nessa fuga e alocação desses criminosos em vários países com aval dos governos ditatoriais da época, com destaque pra Argentina.

"Vai aqui uma sugestão, se me permitem: As crianças de Izieu. Que tal desenvolver"

Vou anotar, só não prometo que deva sair logo. Tem muito pouca coisa sobre o Klaus Barbie no blog, mas acabei lembrando do documentário sobre a captura dele na Bolívia e a ida dele pra França pra ser julgado. O cara manteve o mesmo riso cínico de psicopata no julgamento, era criminoso e psicopata convicto, daqueles sádicos que sentem prazer em matar e tinha convicção absoluta do que fez e sentia orgulho disso, mesmo passadas décadas após o término da guerra.

Roberto disse...

"Este artigo, assim como uma outra infinidade em todo esse blog, tem ótimos e incríveis artigos sobre pesquisa "in loco" que comprovam as barbaridades nazistas."

Contribuição de destaque pro Roberto Muehlenkamp. Por sinal, o PDF do pessoal do Holocaust Controversies sobre Belzec e toda a Operação Reinhard é um texto e tanto. Tem revimané que deu a luz depois que eles colocaram o PDF (que é um livro praticamente) no Holocaust Controversies. Até o momento não houve "refutação" de nenhum deles, só chilique (pra variar, rs).

"Os "revi"nazistas-bandidos, deveriam acompanhar essas pesquisas em vez de ficarem choramingando e exercendo racismo nos esgotos em que se hospedam. Não é isso que eles tanto exigem? Vá entender essa cambada..."

Pesquisa? Leitura de texto sério? "Revi" não gosta disso, o negócio deles é repetir a ladainha de que "judeus controlam o mundo" e todo aquele bla bla bla dos Protocolos dos Sábios de Sião. O discurso não costuma sair muito disso, pelo menos os "revis" tupiniquins, rsrsrsrsrsrsrs. Sem falar na choradeira e mimimi peculiares com os famosos chavões de "somos perseguidos", "os sionistas nos perseguem", e tome choro.

Pronto, falei! disse...

Existe também a história de Janusz Korczak. É muito interessante! Mostra a cara da besta nazi!

Roberto disse...

"Existe também a história de Janusz Korczak. É muito interessante! Mostra a cara da besta nazi!"

Também anotado. O das crianças de Lyon já achei material só que falta traduzir, assim que der vai parar no blog. Só falta achar links pro documentário sobre a captura de Klaus Barbie.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget