sexta-feira, 18 de junho de 2010

Justiça brasileira x Justiça espanhola e a punição ao Neonazismo

Internauta espanhol condenado a dois anos por difusão do nazismo
Publicado em 16 de Junho de 2010

Aitor R. E., um internauta de Barcelona, foi esta quarta-feira condenado a dois anos de prisão por ter criado duas páginas de internet que defendiam ideologias nacional-socialistas, crenças anti-semitas e o regime do Terceiro Reich.

Esta é a primeira condenação em Espanha pela difusão de ideais genocidas através da internet. Aitor arriscava a quatro anos e oito meses de prisão por delito contra os direitos fundamentais e por apoio ao genocídio, mas o Ministério Público baixou a pena a dois anos e uma multa depois do acusado se ter mostrado arrependido e conformado com a pena.

Em buscas feitas a casa do acusado, foi encontrada documentação sobre propagada nazi que incitava a ideais xenófobos e genocidas, a sabotagens e a ataques a autoridades. Foram também encontradas referências à livraria Europa de Barcelona cujo proprietário, Pedro Varela, foi condenado em Março a dois anos e nove meses de prisão por difusão de ideais genocidas através de obras editadas e vendidas na livraria, bem como em conferências aí organizadas.

Fonte: Ionline(Portugal)
http://www.ionline.pt/conteudo/64947-internauta-espanhol-condenado-dois-anos-difusao-do-nazismo

Primeira pessoa condenada por difundir ideais genocidas na internet
Espanha
Publicado em 16 de Junho de 2010

Um internauta de Barcelona, Aitor R.E., foi hoje condenado a dois anos de prisão e ao pagamento de uma multa por ter difundido ideais nazis pela internet.

A petição criada contra o blogger pedia que este fosse condenado a quatro anos e oito meses de prisão, mas o Ministério Público decidiu reduzir a pena para apenas dois anos.

A página de Aitor R.E. incluía vídeos sobre as vidas de Hitler e de Goebbels, o estratega do regime nazi, e incluía vária propaganda nazi contra negros e judeus.

Fonte: Ionline(Portugal)
http://www.ionline.pt/conteudo/64942-primeira-pessoa-condenada-difundir-ideais-genocidas-na-internet

Opinião: enquanto a justiça e o aparato do Estado espanhol agem combatendo grupos extremistas que difundem racismo e apologia ao nazismo na rede através de sites com lixo antissemita/racista/negacionista e neonazista, a justiça e o Estado brasileiro...

Questão preocupante prum país que irá sediar em 4 e 6 anos, respectivamente, dois eventos de porte, uma Copa do Mundo e uma Olimpíada.

Outras matérias:
Tribunal espanhol condena 14 membros de grupo neonazista

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget