quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Título maroto de matéria

Essa matéria saiu há três dias sobre uma averiguação da polícia de um caso de racismo. Ao invés do portal anunciar no título que a apreensão feita foi movida por uma denúncia de racismo desviou o título pra outra abordagem que dá a entender, pra quem apenas lê o título ou só se atém ao título sem ler o resto(um monte de gente), que a ação feita gira em torno de miniaturas da Segunda Guerra. Isso é um caso de mau jornalismo. Felizmente em outro site de notícias, colocaram a notícia de forma adequada.

Segue abaixo a matéria com o título problemático.

Polícia apreende boneco de Hitler em casa de bacharel em Direito

Na residência, foram encontradas miniaturas de tanques, soldados e um boneco de Hitler sentado em um veículo oficial nazista
Foto: Márcio Mercante /O Dia

Agentes do programa Delegacias de Dedicação Integral ao Cidadão (Dedic) da 14ª DP do Rio de Janeiro cumpriram, nesta terça-feira, mandado de busca e apreensão na residência de um bacharel em Direito, acusado de injúria racial. Na casa, foi encontrado um boneco do nazista Adolph Hitler.

Segundo a Polícia Civil, o Dedic recebeu denúncia de que João Marcos Aguiar Gondim Crespo, 26 anos, utilizava as redes sociais para expor seu preconceito pelas pessoas que visitam a árvore de Natal da Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio de Janeiro.

Na busca feita na casa do bacharel, próximo à lagoa, foram encontradas miniaturas de tanques de guerra, soldados nazistas e um boneco de Adolph Hitler sentado em um veículo oficial nazista. Um computador e um notebook também foram apreendidos.

Os policiais encontraram a página do site de relacionamento usado pelo acusado com as seguintes declarações: "O mal-humor (sic) está além de seus bairros de origem, está em renegar sua genética, cabelo ruim, sorriso horrível, baixa estatura e baixo nível sócio-cultural (sic). São feias por natureza, já nascem com 20% de gordura na cintura, não tem dinheiro nem pra ir pra São Paulo. (...) Deus nos livre dessas pragas cafonas, nós, pessoas de bem, que nascemos bem, que tivemos educação e uma ótima genética".

O acusado prestou depoimento na delegacia esta tarde e foi liberado. Segundo a polícia, ele pode ser condenado a pena que varia de dois a cinco anos de reclusão.

Fonte: Terra
http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI4864062-EI5030,00-Acusado+de+preconceito+bacharel+de+direito+tinha+boneco+de+Hitler.html
_________________________________________

Aqui a mesma matéria em O Globo, com a abordagem correta, como deve ser a de um site de notícias:
Bacharel em direito da Zona Sul do Rio é investigado por racismo

O seguinte título da manchete "Polícia apreende boneco de Hitler em casa de bacharel em Direito" dá a entender, de forma equivocada, que o suposto crime cometido pela pessoa a ser investigada fosse o de colecionar uma miniatura.

Quando se lê a matéria inteira(coisa que muita gente 'apressada' não faz e sai comentando bobagem depois), vê-se claramente o motivo da apreensão, pois nesse caso a coleção de minituaras só reforça o estereótipo da pessoa acusada do delito, mas não foi este o motivo da apreensão. E parabéns pela ação da polícia civil.

Infelizmente, generalizando, a percepção que se tem do nível do jornalismo do país é péssimo.

3 comentários:

Daniel disse...

Olhando pelo titulo, são dois assuntos diferentes.

Roberto disse...

Daniel, o fato demonstra uma tendência ao péssimo jornalismo como se fosse "algo banal", pior que isso, como acho que cheguei a comentar no post, muita gente só lê o título da matéria e o título que consta nesse link do Terra dá margem aos simpatizantes do cabo genocida ou de arruaceiros a saírem alegando de forma maliciosa que "prenderam" o cara por conta de miniaturas.

E isso é uma coisa que creio que envergonha os brasileiros que têm consciência e querem um país melhor e que não são adeptos de "discursos moralistas de ordem", no caso refiro-me a esse "analfabetismo funcional" de parte da população, pois é isso que dá pra constatar nos comentários da matéria. Se o site acha aquilo uma demonstração de "democracia" eu achei um show de horrores.

Não é um problema só brasileiro, pelo contrário, parece que o analfabetismo funcional campeia o mundo inteiro, mas como o que ocorreu na matéria diz respeito principalmente a nós, é algo a ser combatido sempre.

Lamentável a postura do Portal, péssimo exemplo de como tratar uma notícia. Se o intuito era chamar atenção barata por conta da citação do nome "nazismo" e "Hitler", não sei a quem esse tipo de conduta comoveu ou deu credibilidade a matéria do Portal.

Fiz questão de colocar um link de outro site de notícias pra mostrar o contraste de tratamento da matéria nos dois, e todos chegam à conclusão que você descreveu acima, quem lê rápido só olhando o título pensa que se trata de duas matérias diferentes.

Daniel disse...

Concordo com o que você disse, e me pergunto o porque dessa distorção no titulo. Talvez seja porque o titulo Nazismo, Hitler e etc rendam mais clicks nas matérias do que o racismo em si. Para a grande maioria de brasileiros que não se interessam pelo assunto ou que não tem muito conhecimento, vão aceitar normalmente a materia, pois racismo=nazismo, no conceito popular. Lêem Hitler no titulo e algo sobre racismo no texto, a matéria se completa.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget