terça-feira, 23 de março de 2010

Justiça alemã condena nazista à prisão perpétua


Berlim, 23 mar (EFE).- O antigo membro da SS (tropa de elite) nazista Heinrich Boere foi condenado nesta terça-feira à prisão perpétua por um tribunal da cidade alemã de Aachen, que considerou o réu culpado de um triplo assassinato cometido na Holanda durante a Segunda Guerra Mundial. Como membro do grupo de extermínio Feldmeijer, Boere, atualmente com 88 anos, participou do assassinato de três civis holandeses em 1944. Os juízes do Tribunal de Aachen aceitaram a pena proposta pela Promotoria, ao passo que a reivindicara a absolvição, argumentando que Boere já tinha sido processado no passado pelos mesmos crimes.Apesar da condenação, a prisão do ex-membro da SS dependerá da avaliação de peritos, que decidirão se o estado de saúde de Boere permitirá a ele passar o resto da vida atrás das grades.As três vítimas do nazista foram assassinadas nas localidades de Breda, Voorschoten e Wassenaar, entre julho e setembro de 1944. A execução do trio foi uma represália a atentados cometidos pela resistência holandesa.Três filhos de dois dos mortos foram responsáveis pela abertura do processo, no qual, ao longo de 20 sessões, o acusado, sempre sentado em uma cadeira de rodas, não disse praticamente uma palavra.No entanto, o ex-membro da SS admitiu os crimes pelos quais era acusado por meio de uma confissão escrita lida por seus advogados no tribunal.



Fonte: Portal UOL

3 comentários:

Luiz Eduardo Farias disse...

Olá,

Sou professor de História e atuo no Estado do Rio de Janeiro. Em uma das minhas escolas, em Barra Mansa, estou desenvolvendo uma peça que tem como elemento principal o depoimento de vítimas do holocausto. Ao criar os personagens, me inspirei em filmes e depoimentos reais de sobreviventes.
O motivo pelo qual escrevo neste espaço é, na verdade, um pedido. Alguém conhece um judeu sobrevivente do holocausto? Seria maravilhoso se contássemos com a presença de um deles no dia da apresentação da peça.
Qualquer ajuda, favor entrar em contato por email: luizeduardofariass@yahoo.com.br

Leo Gott disse...

Luiz,

conheço um, mas ele mora em Recife. Já tentou procurar uma sinagoga e pedir informações?

Um abraço e volte sempre.

Roberto Lucena disse...

"O motivo pelo qual escrevo neste espaço é, na verdade, um pedido. Alguém conhece um judeu sobrevivente do holocausto? Seria maravilhoso se contássemos com a presença de um deles no dia da apresentação da peça."

Luiz, conhecer até conheço, por sinal foi o próprio Leo que apresentou, trata-se da mesma pessoa, fora que há no Recife locais onde ocorrem exposições sobre a comunidade judaica e creio que com há pelo menos presença de historiadores/professores por perto, eles saberiam indicar alguma coisa nesse sentido.

Mas o mais apropriado seria você tentar contato com alguma entidade de sobreviventes do Holocausto(tem uma, só não lembro de cabeça qual) e/ou contato com a Fierj aí mesmo no Rio comentando o assunto ou o Museu do Holocausto no Rio(acho que abriram um), pode ser que entrando em contato com essas entidades se tenha algum retorno.

Há um grupo de pesquisa da USP de nome Arqshoah que trata da questão da Memória dos sobreviventes do Holocausto que emigraram pro Brasil, é também uma boa fonte de contato pra perguntar se há algum sobrevivente por perto que queira dar um depoimento pessoal ou pra eles indicarem alguma coisa.

Abraço.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget