quinta-feira, 2 de julho de 2015

Redes sociais deram voz a legião de imbecis, diz Umberto Eco

Escritor italiano Umberto Eco
Foto: Reuters
Segundo escritor, 'idiotas' têm o mesmo espaço de Prêmios Nobel

Crítico do papel das novas tecnologias no processo de disseminação de informação, o escritor e filólogo italiano Umberto Eco afirmou que as redes sociais dão o direito à palavra a uma "legião de imbecis" que antes falavam apenas "em um bar e depois de uma taça de vinho, sem prejudicar a coletividade".

A declaração foi dada na última quarta-feira (10), durante o evento em que ele recebeu o título de doutor honoris causa em comunicação e cultura na Universidade de Turim, norte da Itália.

"Normalmente, eles [os imbecis] eram imediatamente calados, mas agora eles têm o mesmo direito à palavra de um Prêmio Nobel", disse o intelectual.

Segundo Eco, a TV já havia colocado o "idiota da aldeia" em um patamar no qual ele se sentia superior. "O drama da Internet é que ela promoveu o idiota da aldeia a portador da verdade", acrescentou.

O escritor ainda aconselhou os jornais a filtrarem com uma "equipe de especialistas" as informações da web porque ninguém é capaz de saber se um site é "confiável ou não".

Fonte: Terra
http://noticias.terra.com.br/educacao/redes-sociais-deram-voz-a-legiao-de-imbecis-diz-umberto-eco,6fc187c948a383255d784b70cab16129m6t0RCRD.html

Observação: caso alguém queira comentar a opinião do Umberto Eco, fiquem à vontade, eu não vou emitir opinião pra não 'influenciar' os comentários caso alguém queira fazer (porque quando a gente emite alguma opinião as pessoas tendem a querer rebater o que foi dito ou dizer que concorda, ignorando o texto).

2 comentários:

João P. Santos disse...

Duro aceitar mas ele disse uma verdade.

Roberto disse...

"Duro aceitar mas ele disse uma verdade."

O que eu mais ri quando saiu essa notícia (e foi por isso que eu publiquei, hahaha) foi a reação do povo vestindo a carapuça ao que ele disse.

É simplesmente aberrante a parte de comentários do Facebook, a quantidade de cretinice que o povo comenta causa constrangimento, e eles acham que estão "abafando" principalmente quando a gente retruca. É um orgulho de ostentação da própria cretinice.

Como o Eco comenta sobre a Itália, o fenômeno não é restrito ao Brasil (tá longe de ser), mas essas redes no país são literalmente uma pocilga, esgoto mesmo.

Outra coisa bizarra é que boa parte que se enquadra no que ele diz não sabe fazer uma busca no Google, a internet pra eles é FB. Justamente esses que se enquadram no perfil que ele descreveu xingaram pesado o Eco (no próprio link da matéria acima tem gente ralhando ele), com coisas como "Quem é Eco?" (hahahahahaha) ou o chamando de elitista. Agora virou desculpa usar o termo pra defender cretinice. O cretino pode emitir "opinião" mas se alguém retruca lá vem a postura autoritária querendo impedir o comentário, xingamentos gratuitos etc.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget