sexta-feira, 18 de setembro de 2015

[Pausa Musical] - Llévame Muy Lejos (Amaral, Espanha)

Em primeira mão, ou segunda, não sei, rs (eu acho que é em primeira mesmo pois mal sai algo do cenário musical da Espanha no país, vi uma matéria mas tiraram do ar), a quem não viu, pode ver (e ouvir) de novo o post sobre Eva Amaral cantando "Camino Soria", música de uma banda dos rock dos anos 80 na Espanha, com Jaime Urrutia (que era membro da banda).

Aviso: a quem quiser pular logo pra música, pode descer direto pro fim do post (não precisa ler o texto).

Voltando ao post. O post com "Camino Soria" era só ela participando de um tributo sem a formação (a dupla) dela com o Juan Aguirre, a dupla de Saragoça (Espanha). Eu ia fazer um post sobre uma banda portuguesa, mas fica pra próxima.

A banda é praticamente desconhecida no Brasil e é uma das, ou a mais conhecida na Espanha. Curioso isso, parece que não chega cultura alguma de outros países exceto a dos EUA no Brasil, pela exibição massiva na TV aberta e TV a cabo. Algo deliberado e medíocre.

O máximo que me recordo, remotamente, dessa banda no país eram cenas do clipe "El universo sobre mi" que passava diversas vezes como propaganda de uma rádio, curiosamente não dava pra notar que era uma banda espanhola porque só passava um trecho da música e como comentei acima, pra chegar música, filmes etc da Europa ou de outras partes do mundo (até de países vizinhos) no Brasil, é como se houvesse um bloqueio imposto pelo oligopólio de mídia no país. Este comentário vai pros que acham que isto não é nocivo ao país. O povo não ter acesso à cultura de vários países e ser direcionado a ver aquela pobreza musical atual dos EUA é algo simplesmente esdrúxulo, culturalmente pobre.

Estão lançando disco novo, acho que no fim do mês ou fim de outubro (como demoram), o último disco foi em 2011 e divulgaram mais uma música do álbum novo já que já havia saído duas (ainda em 2014) e mais algumas tocadas em concertos que dão na Espanha, só que com gravação amadora da plateia como a música Nocturnal que dá nome ao álbum. A música Nocturnal nem se chamaria assim só que mantiveram o nome a pedido do público e deram o nome ao disco também.

Essa música foi composta nos EUA (alguma turnê sem o público que a banda merece pois não investem na penetração do mercado Latino-americano e no Brasil) e o som é muito bom (sou suspeito pra falar pois eu acho bom mesmo, rs).

É um clipe "meia boca" mas é mais pra divulgação, mas ficou bom. O som da música também, principalmente a parte final dela:
"Llévame muy lejos, borra todos mis recuerdos, de este país sin corazón"

A quem não entendeu: "Leva-me para longe, apaga todas minhas recordações, deste país sem coração".

Letra que provavelmente tem a ver com o momento político (e econômico) vivido na Espanha, só que lembrei de outro país da América do Sul, que fala português, que muitas vezes tem parte da população que não tem coração também (essa expressão é simples e forte). Pesa na concepção dos clipes a mudança da banda, saíram do selo da EMI prum selo próprio, e não a mesma superprodução de uma gravadora (acho que foi um equívoco deles, apesar da tecnologia hoje compensar muita coisa, mas a divulgação não é a mesma).

"Momento nada a ver": Wagner Moura, reclamaram do teu sotaque na série Narcos (o pessoal da América do Sul), era só imitar o sotaque da Espanha (do castelhano, espanhol peninsular como chamam, o da música do vídeo abaixo) que paravam de frescura e de te encher o saco, rs. Ainda se fez propaganda da série (rs).

Escutem a música e tirem suas conclusões. Há outra música anterior, que teoricamente seria inclusa no disco e agora está em "suspenso", por conta do teor político do clipe, que teve repercussão pesada naquele país, e uma que foi apresentada num festival, ao vivo, mas esta é oficialmente a primeira música de divulgação do disco, confiram.

Amaral - Llévame Muy Lejos


Pra conferir as outras "Pausas", cliquem na tag "Pausa Musical".

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget