sábado, 10 de março de 2012

Nazistas na internet - denúncia diz que 21 mil curtiram agradecimento a Hitler por Holocausto

Uma denúncia de blogs e páginas no Facebook com conteúdo nazista será enviada ao MP pela presidente da Comissao de Direitos Humanos da Câmara, Teresa Bergher. O material é do site do Partido Nazista brasileiro com a página Fuck Israel, que agradece a Hitler pelo Holocausto. Mais de 21.000 pessoas curtiram. Nota de hoje no Gente Boa em O Globo. 09/03 Blue Bus

Fonte: site Blue Bus
http://www.bluebus.com.br/show/1/108962/nazistas_na_internet_denuncia_diz_q_21_mil_curtiram_agradecimento_a_hitler_por_holocausto

24 comentários:

Pronto, falei! disse...

Intolerância e o ódio racial. Esse é o unico "argumento" do revinazibanditismo.

www.amsk.org.br disse...

Um prêmio com o carinho da Cozinha dos Vurdóns:

"O Prêmio Dardos reconhece os valores que cada blogueiro mostra em cada dia no seu empenho por transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais... que, em suma, demonstram a sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre as suas letras, entre as suas palavras."

http://cozinhadosvurdons.blogspot.com/2012/03/nais-tuke-pelo-premio-batatas-festivas.html

www.amsk.org.br disse...

oLá,

Por acaso poderíamos nos comunicar por e-mail? Precisamos fazer uma pesquisa e gostaríamos de saber se podem nos ajudar.

nosso e-mail:
hpdmayle@gmail.com

obrigada,
AMSK/Brasil

Pronto, falei! disse...

Como são contraditórios os bandidos-negacionistas. Ao mesmo tempo que negam o Holocausto, agradecem a hitler pelo Holocausto.
Vá entender essa cambada!

Roberto disse...

www.amsk.org.br, respondendo 7 dias depois, não deu pra passar no blog mas assim que possível irei lá agradecer.

Roberto disse...

"Por acaso poderíamos nos comunicar por e-mail? Precisamos fazer uma pesquisa e gostaríamos de saber se podem nos ajudar.

nosso e-mail:
hpdmayle@gmail.com"


Se for possível, sem problemas. Se eu não deixar o antigo e-mail do blog lá no cozinhadosvurdons eu colocarei aqui.

Roberto disse...

"Como são contraditórios os bandidos-negacionistas. Ao mesmo tempo que negam o Holocausto, agradecem a hitler pelo Holocausto. Vá entender essa cambada!"

Mas é simples essa 'lógica' deles, eles negam o genocídio como forma de propaganda do nazismo e fascismo visando torná-los alternativas políticas viáveis pra atualidade, porque a negação visa abrandar os crimes de guerra com o passar dos anos. E eles agradecem a Hitler pelo genocídio que negam porque boa parte dos negacionistas sabe que o Holocausto ocorreu tal qual é descrito.

O 'movimento "revi" em sua grande maioria é composto por fascistas (fascista aqui no sentido literal do termo) e eles não dão a mínima pra esse tipo de contradição pois a meta deles é viabilizar politicamente o nazismo e fascismo e não "revisar" a História como eles alegam.

Por isso que é importante desmoralizar o discurso "revi" apontando os erros das distorções que eles fazem negando o genocídio.

Pronto, falei! disse...

Revirando lixo, achei o seguinte:

Comentário:
..."Os sionistas merecem ser exterminados ?"

Resposta do bandido:
..."Para o bem da Humanidade eles serão. Estão a milênios a semear vento, logo…"

Quando exterminar "sionistas" (leia "judeus") é a lógica da bandidagem. Agora, sionismo existir a MILÊNIOS...

Vale tudo para prática de racismo.

Roberto disse...

"Revirando lixo, achei o seguinte:

Comentário:
..."Os sionistas merecem ser xterminados?"
Resposta do bandido:
..."Para o bem da Humanidade eles serão. Estão a milênios a semear vento, logo…"

Vale tudo para prática de racismo."


Resposta bem previsível de "revisionistas", só que quem pode e deve coibir isso são os orgãos da justiça do país com a atuação de entidades que acompanham isso.

Esses orgãos só agem mediante pressão e pedido dessas entidades ou pessoas, se essas entidades não estão atuando cabe a pessoas que têm contato com elas repassarem pras mesmas o problema. Eu não tenho contato algum com elas.

Só que à parte disso, continuo achando imprudente, além de pôr em risco pessoas, que as pessoas visitem esses sites pra "discutir" com esses "revis", sabendo do que eles comentam se forem ficar muito impressionados com esse discurso deles (que é um só e é assim há muito tempo).

Esse tipo de confrontação "mano-a-mano" com esses grupos em redutos deles (sites, fóruns) sem desmontar a panfletagem deles, só ajuda a eles difundirem esse tipo discurso pois quanto mais se "discute" com eles nos fóruns deles, mais motivação (ódio) eles adquirem pra panfletar.

Roberto disse...

Eu acho muito difícil que entidades como a FIERJ, CONIB e afins não saibam da existência desses sites. O que me causa estranheza é o fato delas não fazerem nada.

Pronto, falei! disse...

Bom, eu salvei a página e enviei ao MPF. Um dia a casa cai.

Roberto disse...

"Bom, eu salvei a página e enviei ao MPF. Um dia a casa cai."

Principalmente quando entidades como a CONIB, FIERJ entrarem com ações, processos e pedidos de remoção ao MP, coisa que não vejo acontecer.

A única ação que eu lembro de terem feito, a pedido da FIERJ, foi a derrubada pela PF daquele site Valhalla88, acho que em 2007 (não lembro exatamente o ano) pra em um ano ou dois o mesmo grupo pôr outro site com outro nome(mas mesmo conteúdo) no lugar do finado Valhalla88, porque a PF derrubou e o MP não abriu processo contra os autores.

Por essas e outras, e por já ter visto muito lixo "revi" ficar no ar sem acontecer nada (e sem lei tipificando negação dificilmente acontecerá algo com esses sites), que procuro não me desgastar emocinalmente fazendo esse tipo de "patrulha", até porque isso é papel da polícia, do próprio MP e dessas entidades.

Se essas entidades quisessem e quiserem derrubar esses sites fazem isso rapidamente pois elas contam com juristas e gente ligada à polícia associadas a elas, elas têm todo um aparato que um civil comum não possui.

Se elas não fazem nada em relação a isso, pois eu tenho absoluta certeza de que elas têm conhecimento desses sites, é algo que chama atenção negativamente.

Eu me refiro a essas entidades, e as citei várias vezes, pois é papel delas monitorar isso e tratar do assunto, pois essa questão é de total interesse delas e elas têm força pra cuidar disso (se quiserem).

Pronto, falei! disse...

A "redação" do lixo em referencia, anda sobrevoando estas áreas. Leram meu comentário e se apressaram em procurar uma saída cientifica para a pratica da ignorância.
A velha "quem tem .... Tem medo!

Holocausto Nunca Mais! Jamais esquecer! disse...

Estou assustado com essa notícia! É muito cinismo e maldade dessas pessoas, q não respeitam a memória dos mortos e ainda clamam um novo genocídio dos vivos!

Procurei o Facebook, mas não achei nessa página o "agradecimento"... Os "revinazibandidos" (adorei o termo, kkkk) devem tê-la apagado depois da denúncia.

É uma pena pois vai ficar difícil agora responsabilizar quem promoveu esse absurdo.

Parabéns ao blog por tentar fazer frente a essa corja do "imbecilidade.como.br" (rs).

Holocausto Nunca Mais! Jamais esquecer! disse...

Estou assustado com essa notícia! É muito cinismo e maldade dessas pessoas, q não respeitam a memória dos mortos e ainda clamam um novo genocídio dos vivos!

Procurei o Facebook, mas não achei nessa página o "agradecimento"... Os "revinazibandidos" (adorei o termo, kkkk) devem tê-la apagado depois da denúncia.

É uma pena pois vai ficar difícil agora responsabilizar quem promoveu esse absurdo.

Parabéns ao blog por tentar fazer frente a essa corja do "imbecilidade.como.br" (rs).

Pronto, falei! disse...

O que importa, não eh retirar o site do ar, mesmo porque o mesmo não tem lá essa "audiência". O objetivo, como manda a lei, eh cadeia!

Roberto disse...

"Procurei o Facebook, mas não achei nessa página o "agradecimento"... Os "revinazibandidos" (adorei o termo, kkkk) devem tê-la apagado depois da denúncia.

É uma pena pois vai ficar difícil agora responsabilizar quem promoveu esse absurdo."


Se a notícia proceder, pois não saiu nenhuma notícia nova reportando o caso, é possível localizar os autores da Página mesmo se eles tiverem apagado o que haviam escrito, basta o MP, a polícia e as pessoas que denunciaram quererem ir atrás dos autores, do mesmo modo que o site do "partido" citado continua na rede. As aspas dizem respeito a que não existe partido na prática pois todo partido político possui registro e partido sem registro é organização clandestina.

Roberto disse...

"Parabéns ao blog por tentar fazer frente a essa corja do "imbecilidade.como.br" (rs)."

Só que preciso fazer uma correção na afirmação acima pois quem lê o comentário pode achar que há uma "competição" do blog com um site "revisionista" quando o intuito do blog é totalmente outro e está registrado na parte de Páginas dele no link Sobre o blog.

Se algum dos colegas (o Roberto Muehlenkamo ou Leo) quiser fazer uma correção ou acrescentar algo podem ficar a vontade a fazer isso, mas vou falar em nome do blog. No meu entendimento o site citado não tem a relevância que estão dando em vários comentários recentes postados nesse blog, às vezes esses comentários acabam divulgando esse tipo de site do que propriamente acabam fazendo um contraponto ao mesmo.

É normal a ironia e a gente ironiza várias coisas desses sites em redes sociais mas em blog a gente não traz a discussão das redes pra cá pois são locais com dinâmicas diferentes, o intuito do blog não é de discussão com "revisionistas" e sim de repassar informação, sendo que não há apenas um site "revisionista" em português e sim vários e alguns deles bem piores como o VHO com vasto material "revisionista" online.

Roberto disse...

Também acrescentaria (repetindo o que escrevi há uma semana ou algumas semanas atrás) que não participo e nunca participei de fóruns de discussão do site mencionado, tampouco comento no mesmo, pois achei mensagem no site mencionado com nome de gente do blog(repassei pro Leo ver) sendo que ninguém aqui participa ou participou daquele tipo de site.

Acho que esse tipo de confrontação de irem a esses sites "revisionistas" pra discutir, bater boca com esses "revis" é algo imprudente e não recomendável, pelo menos no Brasil, eles sabem das brechas da lei e que o poder público no mesmo é falho e não funciona como deveria.

É melhor que as pessoas criem sites informativos que apontem as distorções difundidas em sites "revisionistas" do que ir aos sites deles bater boca com esse tipo de grupo pois isso serve de motivação aos mesmos.

Roberto disse...

"O que importa, não eh retirar o site do ar, mesmo porque o mesmo não tem lá essa "audiência". O objetivo, como manda a lei, eh cadeia!"

Eu expliquei mais acima do porquê disso não acontecer se nenhuma entidade representativa (como a FIERJ, CONIB e afins) pressionar o poder público a agir.

O poder público brasileiro é falho e não coibe sites desse tipo a menos que sejam pressionados por entidades.

Se essas entidades têm conhecimento do problema (e acho que têm pois é bastante fácil achar esses sites na rede) e não fazem nada em relação ao problema, cabe as pessoas que tenham contato com essas entidades cobrarem dos representantes delas alguma ação nesse sentido.

Pronto, falei! disse...

Não tiro sua razão. Porém, quem se sente discriminado, ameaçado e constata uma atividade que corre a margem da lei, deve sim denunciar individualmente. Manter instituições (sites e blogs)e denucnia-los o MPF, a PF etc é um direito e dever do cidadão.

Roberto disse...

"Não tiro sua razão. Porém, quem se sente discriminado, ameaçado e constata uma atividade que corre a margem da lei, deve sim denunciar individualmente. Manter instituições (sites e blogs)e denucnia-los o MPF, a PF etc é um direito e dever do cidadão."

Não tiro a razão em nada sobre isso que você escreveu e acho que todo cidadão que se senta atingido deve sim reportar o caso as autoridades pra que as mesmas parem de conversa mole e cumpram seu dever institucional até porque não estão fazendo um favor ao agir contra esse problema.

Meus comentários sobre a questão apenas reportaram alguns fatos que de fato ocorrem e ocorreram e que eu e mais gente presenciamos: a não ação dessas entidades sobre esse problema. Isso não pode ser ignorado pois percebo que se houvesse cobrança de gente próxima ou ligada a essas entidades a postura delas sobre a questão mudaria consideravelmente porque fora do Brasil a postura desse tipo de entidade (como nos EUA ou Alemanha) é bem rígida em relação a esses grupos.

Vou retomar o caso da derrubada do Valhalla88 pra ilustrar bem a coisa. Acho que foi em 2007 (link "Site de organização fora do ar"), fizeram o maior estardalhaço sobre isso numa conferência que fizeram na FIERJ com presença de gente da PF, aquela Safernet(que não funciona), MPF etc (noticiaram bastante na mídia isso), pra só derrubarem a porcaria de um site pro mesmo bando colocar no ar com outro nome e ficar no ar por todos esses anos.

É sobre isso que eu venho comentando, eu não entendo a não-ação dessas entidades pois é de interesse total delas monitorar esse tipo de atividade e mesmo coibir, e ao contrário de civis comuns elas têm instrumentos (força política etc) pra agirem e não fazem nada.

Hoje saiu a notícia na França de um atentado com vítimas por um antissemita. Esse tipo de indivíduo extremista ronda esses bandos, a maioria provavelmente ficará na verborragia racista mas tem sempre um no meio que partirá pras vias de fato.

O que posso concluir é que estão esperando ocorrer uma tragédia no país pra só então tomarem alguma medida, que no desenrolar da carruagem pode ficar só no espetáculo como no caso da AMIA na Argentina.

Roberto disse...

Eu acho que se entidades que deveriam zelar por isso fazem vista grossa ou não agem sobre o problema acabam se tornando tão responsáveis por um caso extremo (se vir a ocorrer) tanto quanto os que o cometem, nesse caso a responsabilidade é moral devido à omissão, pois as mesmas possuem ferramentas pra coibir isso e não tem feito nada, exceção ocorrida no longíquo caso Castan que já virou literalmenta passado e não serviu pra criar jurisprudência pra coibir isso. Ainda mais que no Brasil a organização desses grupelhos é extremamente frágil, desorientada e dispersa.

Roberto disse...

Esse caso aqui ocorreu logo após o Valhalla88 tombar: link

Ninguém apurou nada, ninguém foi atrás dos responsáveis etc, ficou por isso mesmo. E veja o ano, 2007, 5 anos depois cá estamos falando de um caso de impunidade uma vez que as entidades que têm força pra agir deixaram o assunto de lado e cair no esquecimento público.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget