sábado, 6 de novembro de 2010

Polícia desarticula grupo neonazi

Polícia apreende material com apologia ao nazismo no centro de Porto Alegre
Foram encontrados cerca de cem CDs, símbolos nazistas, livros, roupas com suásticas e um vídeo

Cid Martins | cid.martins@rdgaucha.com.br

A equipe de combate ao neonazismo no Rio Grande do Sul, comandada pelo delegado Paulo César Jardim, descobriu um novo local de encontro, as chamadas células de grupos racistas, no Centro de Porto Alegre.

Através de um mandado judicial de busca e apreensão, os agentes entraram numa casa na rua Riachuelo e encontraram diversos materiais que fazem apologia ao nazismo e a Adolf Hitler.

Foram apreendidos cerca de cem CDs, símbolos nazistas, livros, roupas com suásticas e um vídeo feito pelo grupo com apologia ao racismo. Nas imagens aparecem arrastões, cenas de violência contra negros e o senador Paulo Paim, do PT. O grupo é contra o parlamentar pelo fato dele defender cotas raciais nas universidades.

— Este integrante de grupo neonazista está numa lista de 50 gaúchos identificados pela Polícia nos últimos 8 anos. Eles são contra negros, homossexuais e judeus. O monitoramento dele pela primeira delegacia era feito há seis meses — afirmou o delegado Paulo César Jardim.

Ainda segundo a Polícia, este suspeito não fazia parte de um grupo mais radical chamado Neuland, criado no Paraná em 2008 e com ramificações em todo o Sul do País, e nem a um grupo gaúcho mais antigo, Blood Honnor, que tem base em Caxias e Grande Porto Alegre, além de ligações com a Argentina. O grupo deste neonazista se chama White Power Sul Skins.

Fonte: Zero Hora
http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Geral&newsID=a3099458.xml

Ver mais:
Vídeo encontrado com grupo neonazista teria ameaças a Paulo Paim, diz delegado
Racismo made in Brazil, vergonha nacional

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget