sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Site iraniano usa charges para negar o Holocausto

RIO - O lançamento de um site iraniano com charges sobre o Holocausto ganhou na imprensa de Israel. Segundo diversos jornais israelenses, a agência iraniana Fars noticiou nesta quinta-feira o lançamento do www.holocartoons.com . O endereço reúne desenhos retirados de um livro publicado em 2008, com sátiras e textos que questionam o massacre de seis milhões de judeus durante a Segunda Guerra Mundial.

O site, de acordo com a Fars, é financiado por uma fundação cultural não governamental. A página diz que o massacre de judeus é uma "absoluta mentira" e é dedicada a "todos aqueles que foram mortos sob o pretexto do Holocausto", diz o jornal israelense "Haaretz". O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, nega a ocorrência do massacre, descrito por ele, em 2005, como um "conto de fadas".

Em setembro do mesmo ano, o jornal dinamarquês "Jyllands-Posten" publicou uma série de caricaturas do profeta Maomé, dando início a uma onda de protestos em vários países islâmicos. Na mais polêmica delas, Maomé era retratado com bombas no turbante.

Os protestos contra os desenhos chegaram a causar mais de cem mortos em diferentes países. O autor da charge, o cartunista Kurt Westergaard, de 75 anos, precisou ser colocado sob proteção policial depois que foi descoberto um plano para matá-lo, em 2008.

Fonte: O Globo
http://moglobo.globo.com/integra.asp?txtUrl=/mundo/mat/2010/08/05/site-iraniano-usa-charges-para-negar-holocausto-917320288.asp

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget