quarta-feira, 5 de junho de 2013

Faurisson e a piscina de Auschwitz I

Em 2001, Faurisson publicou este artigo sobre a piscina de Auschwitz I. Ele afirmou que "a piscina era uma piscina. Que foi criada para os detentos". Entretanto, a testemunha solitária que Faurisson citou no artigo original afirmou que "deve-se notar que só os mais aptos e bem alimentados, a exceção daqueles dos trabalhos mais severos, poderiam entrar nesses jogos...".

Esta é uma uma distorção direta feita por Faurisson, contestada por seu próprio testemunho. A piscina só foi feita pruma pequena minoria de detidos: os trabalhadores administradores de Auschwitz I. Não sabemos de qualquer extrato de que estes eram judeus. Os trabalhadores de Buna (Auschwitz III) e aqueles selecionados para Birkenau nunca chegaram perto disso; nem aqueles com rações de fome, nem aqueles que faziam trabalho pesado. No entanto, como certamente era a intenção de Faurisson, os negacionistas "engolem" esta "prova" como se fosse relacionado a todo complexo de Auschwitz. Ambos, astro3 [Kollerstrom] e 'Hannover' [Hargis] alegam precisamente isto aqui. Os leitores podem decidir por si mesmos se essa leitura 'equivocada' do fato foi feita por desonestidade ou se por pura estupidez. Com Hargis e Kollerstrom, ambas opções são plausíveis

Além disso, em um adendo no mesmo link, Faurisson citou um relato de uma testemunha tardia, escrito em 1997, afirmando que "um diretor de cinejornal tinha a filmagem de alguns deportados nadando lá." Um estudioso honesto pode concluir que isto indica o propósito reral de propaganda da piscina, mas Faurisson é um estudioso desonesto e prefere chamar a testemunha de mentiroso, exceto na pequena parte em que o seu testemunho apóia a afirmação de Faurisson.

Fonte: Holocaust Controversies
Texto: Jonathan Harrison
http://holocaustcontroversies.blogspot.com.br/2008/05/faurisson-and-swimming-pool-at.html
Tradução: Roberto Lucena

4 comentários:

Guefiltefish disse...

Desonestidade ou estupidez? Não tem uma pergunta mais fácil? Esta é dura de responder! Mais um pouco, e essa corja de boçais tentarão alegar que os Campos de Concentração eram SPAs ou colônia de férias.
É impressionante!

Roberto disse...

De fato acho que é uma combinação das duas coisas e acrescento o fator "sadismo" já que só uma mente sádica pra elaborar um negócio desses.

Não precisa ir longe, isso é um relato testemunhal do que presenciei, no Orkut quando colocaram essa história da "piscina de Auschwitz" pela primeira vez foi mais ou menos isso que tentaram passar, de que Auschwitz seria um "spa" e não um campo de extermínio, o "spa" foi mais uma ironia em cima do que eles tentavam alegar, mas a ideia era essa mesmo. São extremamente cínicos.

Guefiltefish disse...

É o que a impunidade gera. Não sei se é sadismo ou deboche...

Roberto disse...

Muitas vezes eles são os dois, os "revis" mais delinquentes que só repetem o que leem em sites sem saber de nada são bem sádicos e debochados, embora sejam bastante estúpidos. Os ditos "gurus" "revis", que são esses ideólogos ou os menos caricatos, costumam ser mais sutis na pregação pra passar alguma "credibilidade" na panfletagem.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget