domingo, 12 de dezembro de 2010

Filme - Diário de um Skin (2005)

Seguindo e agradecendo o apontamento do Daniel, disponibiliza-se abaixo o vídeo do filme "Diário de um Skin"(2005), em espanhol, baseado no livro do jornalista Antonio Salas(pseudônimo) sobre o (sub)mundo neonazi na Espanha.

O filme baseado no livro homônimo, serve de referência para entender o fenômeno em questão, pois o padrão de ação desses bandos são muito parecidos apesar das diferenças nacionais e regionais, fora o absurdo da "transposição ideológica"(se é que há um termo apropriado pra explicar a bizarrice) de um movimento fascista de cunho alemão em sua origem, com toda simbologia original referente à Alemanha (do regime nazi), pra bandos de países de diferentes, com composições étnicas diversas, diferentes contextos históricas etc.

Há outro vídeo(que será colocado depois) de um pequeno documentário sobre o Antonio Salas e as filmagens originais desses bandos.

Mas voltando ao filme, o vídeo não tem legenda em português(pelo menos no Youtube) mas creio que pra quem fala português conseguirá assistir o vídeo sem 'tantos problemas' apesar das diferenças dos idiomas. O filme está dividido em 9 partes no Youtube, as demais partes seguem nos links abaixo do primeiro vídeo(referente à primeira parte), em sequência.



Diário de um skin - parte 2
Diário de um skin - parte 3
Diário de um skin - parte 4
Diário de um skin - parte 5
Diário de um skin - parte 6
Diário de um skin - parte 7
Diário de um skin - parte 8
Diário de um skin - parte 9

2 comentários:

Daniel disse...

Roberto, o documentario tem o titulo de:
"Antonio Salas Diario de un Skin 1, 2 e 3"

http://www.youtube.com/watch?v=TR48p1wZMvI

A camera do Salas filma dos "neonazi raça pura latinos" idolatrando a Hitler varias vezes, é uma piada.

Roberto disse...

Daniel, obrigado pelo link. Eu cheguei ao filme(que não sabia que existia, vou até descolar um pois hoje em dia falar em negação do Holocausto sem comentar o neonazismo/neofascismo, é praticamente impossível) justamente por esse link do documentário do Salas que você pôs acima, só que achei que se colocasse o filme primeiro seria melhor, até pelo tamanho.

Depois colocarei sem falta os links desse documentário dele, que não cheguei a ver tudo. Só vi um pedaço da primeira parte.

Eu sei de uma coisa, esse cara é "maluco"(no melhor sentido do termo, relativo à coragem) pra fazer essas filmagens. Se os neos tivessem pego ele no flagra filmando isso, 'era uma vez' o cara, ou seja, ele arriscou a própria vida várias vezes pra documentar isso.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget