terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Juan Eslava Galán ressuscita o relato da Guerra Civil - A mula

Baseada em fatos reais
Juan Eslava Galán ressuscita o relato da Guerra Civil

EUROPA PRESS

Juan Eslava Galán (Matias Costa)
O escritor Juan Eslava Galán acaba de publicar 'A mula', uma novela baseada em fatos da Guerra Civil na zona de Andújar (Jaén) que foi narrada por seu pai, onde este interveio como soldado muleiro. O protagonista do se torna herói, ainda que não pretendesse ser um.

Conversas com seu pai

Juan Eslava Galán assinalou que para elaborar seu livro manteve três longas conversas com seu pai, que foi muleiro durante a Guerra Civil, com o objetivo de obter dados. Também visitou a zona onde se produzem os fatos, a fim de ser o mais exato possível.

O vocabulário da novela é o mesmo dos muleiros e dos militares que lutaram na Guerra. Em alguns momentos se incluem notas no rodapé da página para esclarecer as palavras. Seu pai primeiro esteve no lado republicano, mas logo, devido a suas convicções familiares, passou para o lado dos nacionalistas. Algumas dessas circunstâncias são narradas na novela.

Contudo, alguns fatos que são narrados em 'A mula' são fictícios. Este é o caso da paixão do cabo Castro, o protagonista, e de uma jovem falangista. O pai de Juan ESlava Galán, que ainda é vivo, fez-lhe notar esta circunstância.

As convicções não coincidem

No julgamento de Eslava Galán, a maior parte dos espanhois que lutaram na Guerra Civil o fizeram de um lado ou em outro, em muitos casos, não por suas convicções senão porque foi o lugar físico que lhes tocou e muitos não estavam convencidos daquilo pelo que lutavam.

Um dos personagens da novela, o Alférez Estrella, manifesta ao cabo Castro que embora estivesse no lado nacional, suas convicções são as do lado republicano e, por ele, estaria desejando trocar de grupo. Além disso, Eslava Galán reconheceu que muitas pessoas lutavam entre si em um determinado momento e logo se esqueciam das diferenças da vida comum, pois uns e outros, ao término da Guerra Civil, passaram mal.

Último livro sobre nossa contenda

Anteriormente, Eslava Galán publicara 'Senhorita'('Señorita') uma novela que, tanto como 'A mula', também trata da Guerra Civil. Juan Eslava Galán señaló que não pensa seguir publicando livros sobre nossa contenda, ainda que entenda que pode ser um bom material de inspiração.

A intenção de Juan Eslava Galán é de preparar um livro sobre Jorge Manrique, um personagem que considera muito interessante em seu tempo, para o qual está investigando e obtendo dados. Não obstante, ainda não é seguro que este seja o tema de sua próxima obra.

Fonte: Elmundo.es(Espanha)
http://www.elmundo.es/elmundolibro/2003/04/15/protagonistas/1050417861.html
Tradução: Roberto Lucena

Ver mais:
Uma história da guerra civil que não agradará a ninguém
Juan Eslava Galán publica 'Uma história da guerra civil que não vai agradar a ninguém'
Pío Moa, o David Irving espanhol
Uma guerra de extermínio

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget