sexta-feira, 5 de junho de 2009

Obama critica negação 'ignorante e odiosa' do holocausto

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aproveitou nesta sexta-feira uma visita ao antigo campo de concentração nazista de Buchenwald, na Alemanha, para criticar aqueles que negam o holocausto.

Obama, que passou pelo país em seu giro de volta do Oriente Médio, disse que os que defendem esta visão o fazem "sem base" e de forma "ignorante e odiosa".

Acompanhado da chanceler alemã, Angela Merkel, Obama caminhou por Buchenwald, onde cerca 250 mil prisioneiros foram mantidos entre 1937 e 1945. O campo foi liberado em 1945 pelas tropas americanas.

"Até hoje existem os que insistem em que o holocausto nunca aconteceu, uma negação de fato e verdade feita sem base, ignorante e odiosa. Esse lugar desmente essas idéias, é um lembrete de nossa tarefa de confrontar aqueles que contam mentiras sobre nossa história", criticou o presidente.

"Até hoje existem também aqueles que perpetuam todas as formas de intolerância, racismo, antissemitismo, homofobia, xenofobia, discriminação sexual e mais. Ódio que humilha as vítimas e nos diminui a todos."

Lição

Obama já havia tocado no tema do holocausto no dia anterior, quando falou em um discurso na Universidade do Cairo, no Egito, sobre o Irã, país cujo presidente nega o holocausto.

Antes da visita ao campo, Obama havia sugerido que Ahmadinejad - que nesta semana repetiu suas alegações de que o holocausto foi "uma grande fraude" - deveria visitar Buchenwald.

O presidente americano e a chanceler alemã carregaram cada um uma longa rosa branca enquanto caminhavam por Buchenwald acompanhados pelo sobrevivente do holocausto e vencedor do prêmio Nobel da Paz Elie Wiesel.

Eles depositaram as rosas sobre uma placa memorial para as mais de 56 mil pessoas que morreram no campo. Depois eles visitaram as celas e o crematório.

"Não esquecerei o que vi aqui", disse Obama. Em seguida ele lembrou a história de um de seus tios-avôs, Charles Payne, que ajudou a liberar Ohrdruf, um campo satélite de Buchenwald.

Oriente Médio

Obama e Angela Merkel anunciaram ter discutido, na cidade alemã de Dresden, um plano para promover a paz entre israelenses e palestinos, prometendo "redobrar" os esforços para alcançar este objetivo.

"Agora é o momento de agir no que ambos os lados sabem ser verdade", disse Obama.

Mas o presidente americano não entrou em detalhes sobre os passos concretos de seu governo neste sentido.

Afirmou apenas que enviaria o representante americano para a região, George Mitchell, de volta à mesa de negociações com os principais envolvidos na questão.

Fonte: BBC/O Globo
http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2009/06/05/obama-critica-negacao-ignorante-odiosa-do-holocausto-756212876.asp

Ver mais:
http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2009/06/05/obama-sobre-ahmadinejad-nao-tenho-paciencia-com-pessoas-que-negam-historia-756212111.asp

5 comentários:

Diogo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Diogo disse...

Recomeça a censura.

Quem tem a verdade do seu lado não tem medo do debate.

Roberto Lucena disse...

"Recomeça a censura."

Pare de se fazer de vítima, ninguém se comove com essa "indignação" falsa sua. Você já demonstrou que é dissimulado e comenta de má fé.

"Quem tem a verdade do seu lado não tem medo do debate."

Errado, quem tem a verdade do seu lado evita ficar se trocando com quem mente, porque passa a impressão que o mentiroso fala alguma verdade ou passa a falsa impressão de estar se equiparando a quem não está no mesmo patamar.

Quando eu perguntei a você se você era de direita ou esquerda você saiu pela tangente, quando citam que "revisionistas"(negacionistas) são antissemitas e viúvas de Adolf Hitler você vem aqui desconversar e "indignado" criticar o comentário fazendo patrulha ideológica de extrema-direita no blog, mas não pensou duas vezes em dizer um "Mein Führer" pro seu ídolo que se matou porque não passava de um covarde:

http://o-lidador.blogspot.com/2007/02/fascismo-nazismo-e-comunismo.html

"Diogo disse...
«Hitler anunciava a abolição dos lucros obtidos sem trabalho e sem esforço»
Heil mein Führer!"

Roberto Lucena disse...

Da próxima vez que tentar bancar o esperto pense duas vezes, já avisei a você que não tem nenhum cretino aqui só que pelo visto você não leva muito a sério o que é dito quando achas que ninguém percebe qual é seu jogo, dissimulação e malícia. Todo mundo aqui já debateu dezenas, centenas de vezes com "revis", é bobagem você entrar nessa de testar a paciência.

Eu não perderei mais tempo batendo boca com quem já provou que não merece a mínima atenção, eu já sabia desse seu "Mein Führer" há bastante tempo mas foi bom ver até que ponto você prosseguia patrulhando e trollando no blog mostrando seu fanatismo e obsessão vendo "judeus" e "conspirações" em todos os cantos. Se achas que o mundo é uma porcaria e estás a ver um "cataclimas"(típica visão messiânica apocalíptica neurótica, sebatisnismo puro) se mude pra Marte, vai ver você finalmente não iria encontrar nenhum judeu por lá e deixar os outros em paz com essa ladainha repetitiva e enfadonha.

Não teste a paciência aqui, não queira passar vexame mais de uma vez, por diversas vezes você ficou testando a todos aqui porque foram educados com você mas não foi por "bondade", é fácil cortar comentário ou deixar o blog moderado e cortar esse tipo de obsessão e patrulhamento ideológico. Viúvas de Hitler deveriam se restringir às Cesspits onde postam as asneiras habituais(negação de crimes nazistas) e antissemitismo, pra poupar a paciência alheia ou desgaste desnecessário. Tchau.

Leo Gott disse...

Eu acho impressionante essas "viúvas do cabo boêmio" exigindo libedade de expressão, como se o regime do fulano tivesse liberdade de expressão.

É rir pra não chorar.

Heil Diogo...rsrsrsrsrsrs

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget